Info

Nova barragem pode resolver falta de água em Pemba, norte de Moçambique

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Macau, China, 18 out 2019 (Lusa) -- O conglomerado estatal chinês China Energy Engineering Corporation vai construir uma barragem no rio Megaruma para reforçar o abastecimento de água à cidade de Pemba, na província moçambicana de Cabo Delgado.

Num comunicado enviado na quinta-feira à Bolsa de Valores de Hong Kong, a China Energy revelou que a barragem de argila e cimento a construir no norte do país terá uma extensão de 2,7 quilómetros e uma altura de 35 metros.

O contrato no valor de 423 milhões de dólares norte-americanos (380 milhões de euros) inclui ainda uma central com capacidade para tratar 2 metros quadrados de água por segundo e uma conduta de água com quase 103 quilómetros.

O projeto envolve também uma central hidroelétrica com capacidade para produzir 8,15 megawatts, um canal de desvio de água com dois quilómetros de extensão e a reabilitação de uma estrada de acesso.

O acordo foi assinado entre a China Gezhouba Group International Engineering e a Direção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos e a Direção Nacional do Abastecimento de Água e Saneamento de Moçambique.

Num estudo divulgado em 2016, a Administração Regional de Águas do Norte tinha apontado a construção de uma barragem no rio Megaruma como a solução para a falta de água na cidade de Pemba.

O estudo já sugeria na altura a utilização da água da barragem para irrigação agrícola e a instalação de uma central hídrica e de uma estação de tratamento de água.

EJ // PJA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Espanha: PSOE tem 122 deputados eleitos com 85,86% dos votos escrutinados

Os socialistas do PSOE com 122 deputados eleitos lideram a contagem de votos das eleições de hoje em Espanha quando estão escrutinadas 85,86% dos de votos, anunciou a comissão de eleições.

Juiz manda libertar antigo Presidente do Brasil Lula da Silva

Brasília, 08 nov 2019 (Lusa) - O juíz Danilo Pereira, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba, mandou hoje libertar o ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, menos de 24 horas após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir anular prisões em segunda instância.

António Guterres pede mais cooperação internacional contra tráfico humano

O secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu este domingo mais cooperação internacional para evitar tragédias como a dos 39 emigrantes, possivelmente vietnamitas, encontrados mortos na semana passada num camião em Inglaterra.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.