Info

Urgência de Chaves atende cinco a seis crianças por noite sem pediatra permanente

| Norte
Porto Canal com Lusa

A urgência pediátrica do Hospital de Chaves atende durante a noite, em média, cinco a seis crianças que são observadas por médicos de serviço que, "em caso de necessidade", chamam o pediatra de prevenção, disse hoje o hospital.

Em comunicado enviado às redações, o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) explicou que são atendidas "em média cerca de 30-40 crianças por dia" na urgência pediátrica do Hospital de Chaves, "das quais cinco-seis são atendidas entre as 20:00 e as 08:00".

A mesma nota refere que esta "é uma situação consonante com a realidade demográfica da região".

O CHTMAD garante que a urgência pediátrica do Hospital de Chaves tem "médico permanente, em presença física", entre as 08:00 e as 20:00 todos os dias e que, durante a noite, as crianças são observadas por médicos do serviço de urgência, existindo um pediatra de prevenção.

"No período compreendido entre as 20:00 e as 08:00, as crianças são observadas por médicos do Serviço de Urgência que, em caso de necessidade, chamam o pediatra que está de prevenção que, de imediato, se desloca ao hospital. Desta forma, está garantido o atendimento a todas as crianças, 24 horas por dia, sete dias por semana", pode ler-se

A urgência de pediatria do Hospital de Chaves está sem médico permanente durante a noite, entre as 20:00 e as 08:00, pelo menos desde o verão do ano passado, revelou hoje à Lusa uma associação de pais do concelho.

"Atualmente, a urgência de pediatria em Chaves funciona entre as 08:00 e 20:00 com um pediatra em permanência, e, a partir desta hora, o atendimento é feito por chamada telefónica ao médico para se deslocar ao hospital", explicou um membro da direção da Associação de Pais do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins de Chaves, no distrito de Vila Real.

O Hospital de Chaves, integrado no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), sediado em Vila Real, serve, além deste concelho, os de Montalegre, Boticas e Valpaços.

A distância entre Chaves e a vila de Montalegre é de 39 quilómetros, enquanto para a cidade de Valpaços distam 29 quilómetros e para a vila de Boticas são 28 quilómetros.

Já entre Chaves e Vila Real é necessário percorrer 71 quilómetros.

Segundo dados do sítio na Internet do CHTMAD, a influência direta do Hospital de Chaves abrange cerca de 82.350 pessoas e 2.200 quilómetros quadrados.

+ notícias: Norte

Valongo pede ao Governo "imediata proibição" de amianto no aterro em Sobrado

A Câmara de Valongo solicitou hoje ao ministro do Ambiente a "imediata proibição de receção de amianto no aterro da Recivalongo", sob pena de "legitimar a deposição" daquele resíduo num local "na iminência de ser encerrado" pelo tribunal.

Aumenta para sete o número de casos de Covid-19 na Escola Básica de Paços de Ferreira. Concelho contabiliza agora 10 casos no total

São já sete os casos de Covid-19 ligados à Escola Básica nº 2 de Paços de Ferreira, totalizando para 10 casos no concelho, apurou o Porto Canal com Alexandre Costa, presidente da Junta de Freguesia de Paços de Ferreira. 

(em atualização)

Estudante da CESPU infetada com Covid-19 leva quarenta alunos a ficar em quarentena

Uma aluna da CESPU, em Gandra, Paredes, testou positivo ao novo coronavirus e levou a que 40 estudantes que tiveram em contacto indiretamente estejam em quarentena.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.