Portugal recebe campeonato Europeu de boccia com 11 atletas lusos em competição

| Desporto
Porto Canal / Agências

Lisboa, 14 jun (Lusa) -- Portugal vai receber, entre 16 e 22 de junho, em Guimarães, o campeonato da Europa de boccia, que juntará 135 atletas, entre os quais 11 portugueses, em representação de 23 países.

A competição, que decorrerá no pavilhão multiusos de Guimarães, é a terceira de cariz continental organizada por Portugal, um dos países com mais medalhas na modalidade.

A equipa portuguesa integra os três atletas que conquistaram uma medalha de prata e uma de bronze nos Jogos Paralímpicos Londres2012 -- Luís Silva, José Macedo e Armando Costa -, bem com vários medalhados em edições anteriores.

Além dos atletas que conquistaram medalhas na última edição dos Jogos Paralímpicos, a seleção portuguesa é composta por António Marques, João Paulo Fernandes, Cristina Gonçalves, Fernando Ferreira, Abílio Valente, Fernando Ferreira, Pedro da Clara e Domingos Vieira.

O boccia, cujas origens remontam ao Império Romano, começou a ser praticado por pessoas com deficiência motora e paralisia cerebral em 1982 nos países escandinavos, e dois anos depois foi integrado no programa paralímpico.

Em Portugal, a modalidade começou a ser praticada em 1983 e desde então os atletas lusos já conquistaram mais de uma centena de medalhas em competições internacionais, entre as quais 24 em Jogos Paralímpicos.

Portugal é o país que mais competições internacionais organizou, tendo já recebido dois campeonatos do Mundo (2002 e 2010), dois campeonatos da Europa (2005 e 2009), sete torneios internacionais e a primeira Taça do Mundo, em 1991.

A modalidade pode ser disputada individualmente, em pares ou por equipas de três elementos, sem divisão por sexos, num pavilhão com marcações próprias e envolve 13 bolas: seis de cor azul, seis de cor vermelha e uma bola branca.

O boccia é um jogo de aproximação e tem como objetivo colocar o maior número de bolas de cor próximo da bola alvo, podendo os atletas lançar a bola com a mão, com o pé, ou com o auxílio de calhas, consoante o grau de incapacidade.

Os atletas são divididos em quatro classes, que são designadas pelas letras BC seguidas de números. As classes um e dois são destinadas a atletas que jogam com a mão ou com o pé, a três é agrupa os atletas que jogam com calhas, e a quatro os praticantes que sofrem de doenças neuromusculares.

Na classe 3, os atletas que jogam com o auxílio de calhas têm um acompanhante técnico, que está de costas para o jogo, que os ajudam a orientar a calha para lançar a bola.

A competição, que pela primeira vez decorre sob a égide de Federação Internacional de Boccia (BISFed), é um dos muitos eventos que este ano decorrerão em Guimarães, cidade europeia do desporto 2013.

AO // VR

Lusa/fim

+ notícias: Desporto

FC Porto: O Dragão tinha saudades de noites assim. Crónica do jogo

O FC Porto regressou às vitórias ao bater nesta sexta-feira o SC Braga (4-1), no Estádio do Dragão, em partida a contar para a 8.ª jornada da Liga. Evanilson (32m), Eustaquio (34m), Pepê (63m) e Galeno (90m+6) foram os marcadores de serviço nos campeões nacionais, que seguem na segunda posição tabela, com 19 pontos, menos dois do que o Benfica, que tem menos um jogo disputado.

FC Porto: "Dragão" com chama goleia SC Braga e ascende ao segundo lugar (4-1) 

O FC Porto recebeu e venceu os "Guerreiros do Minho" por quatro bolas a uma, na 8ª jornada do campeonato, e ascendeu ao segundo posto, em igualdade pontual com os minhotos. Evanilson, Eustáquio, Pepê e Galeno foram os autores dos golos, numa noite em que a festa se fez de azul e branco. 

"Isto tem de ser o mínimo que temos de fazer". A reação do 'plantel azul e branco' à vitória

Eustaquio, Pepê e Mehdi Taremi analisaram a vitória expressiva frente ao SC Braga (4-1)