Portugal recebe campeonato Europeu de boccia com 11 atletas lusos em competição

| Desporto
Porto Canal / Agências

Lisboa, 14 jun (Lusa) -- Portugal vai receber, entre 16 e 22 de junho, em Guimarães, o campeonato da Europa de boccia, que juntará 135 atletas, entre os quais 11 portugueses, em representação de 23 países.

A competição, que decorrerá no pavilhão multiusos de Guimarães, é a terceira de cariz continental organizada por Portugal, um dos países com mais medalhas na modalidade.

A equipa portuguesa integra os três atletas que conquistaram uma medalha de prata e uma de bronze nos Jogos Paralímpicos Londres2012 -- Luís Silva, José Macedo e Armando Costa -, bem com vários medalhados em edições anteriores.

Além dos atletas que conquistaram medalhas na última edição dos Jogos Paralímpicos, a seleção portuguesa é composta por António Marques, João Paulo Fernandes, Cristina Gonçalves, Fernando Ferreira, Abílio Valente, Fernando Ferreira, Pedro da Clara e Domingos Vieira.

O boccia, cujas origens remontam ao Império Romano, começou a ser praticado por pessoas com deficiência motora e paralisia cerebral em 1982 nos países escandinavos, e dois anos depois foi integrado no programa paralímpico.

Em Portugal, a modalidade começou a ser praticada em 1983 e desde então os atletas lusos já conquistaram mais de uma centena de medalhas em competições internacionais, entre as quais 24 em Jogos Paralímpicos.

Portugal é o país que mais competições internacionais organizou, tendo já recebido dois campeonatos do Mundo (2002 e 2010), dois campeonatos da Europa (2005 e 2009), sete torneios internacionais e a primeira Taça do Mundo, em 1991.

A modalidade pode ser disputada individualmente, em pares ou por equipas de três elementos, sem divisão por sexos, num pavilhão com marcações próprias e envolve 13 bolas: seis de cor azul, seis de cor vermelha e uma bola branca.

O boccia é um jogo de aproximação e tem como objetivo colocar o maior número de bolas de cor próximo da bola alvo, podendo os atletas lançar a bola com a mão, com o pé, ou com o auxílio de calhas, consoante o grau de incapacidade.

Os atletas são divididos em quatro classes, que são designadas pelas letras BC seguidas de números. As classes um e dois são destinadas a atletas que jogam com a mão ou com o pé, a três é agrupa os atletas que jogam com calhas, e a quatro os praticantes que sofrem de doenças neuromusculares.

Na classe 3, os atletas que jogam com o auxílio de calhas têm um acompanhante técnico, que está de costas para o jogo, que os ajudam a orientar a calha para lançar a bola.

A competição, que pela primeira vez decorre sob a égide de Federação Internacional de Boccia (BISFed), é um dos muitos eventos que este ano decorrerão em Guimarães, cidade europeia do desporto 2013.

AO // VR

Lusa/fim

+ notícias: Desporto

PSP suspeita de No Name Boys nos desacatos em Guimarães. Investigações já estão em curso

23 portugueses foram identificados pela Polícia de Segurança Pública na sequência das perturbações na cidade por parte de adeptos do Hajduk Split. O Porto Canal avançou em primeira mão que estes portugueses se tratavam de membros da claque No Name Boys. Agora, o jornal PÚBLICO confirma que a PSP já iniciou investigações ao grupo benfiquista.

SC Tomar vai ser adversário do FC Porto na Elite Cup 

Os Campeões Nacionais de Hóquei em Patins conheceram, esta quarta-feira, o adversário para a Elite Cup: o SC Tomar. 

Adeptos croatas destroem Centro Histórico de Guimarães. Autarca da cidade contesta atuação da polícia

Foram identificados pelas autoridades 154 adeptos, entre simpatizantes do clube croata Hadjuk Split e 23 portugueses, na sequência dos desacatos que ocorreram, na noite de terça-feira, na cidade de Guimarães e que se prolongaram até à cidade do Porto.