Info

Eleições: CNE recebeu 55 participações e maioria está relacionada com publicidade

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 20 set 2019 (Lusa) -- A Comissão Nacional de Eleições (CNE) recebeu 55 participações ou pedidos de pareceres no âmbito das eleições legislativas, sendo a maior parte relacionada com publicidade comercial e institucional, segundo o último relatório síntese daquele organismo.

O relatório síntese dos processos e pedidos de informação, divulgado na página da internet da CNE, indica que as 55 participações ou pedidos de pareceres deram entrada na Comissão Nacional de Eleições até 06 de setembro, um mês antes das eleições legislativas.

Destas, 28 foram alvo de deliberação pela CNE até 13 de setembro, tendo quatro delas merecido uma advertência.

Além da publicidade comercial (16) e institucional (nove), deram também entrada na CNE oito participações relacionadas com delegados, membros e assembleias da voto e sete com "evento na véspera ou dia da eleição".

A CNE refere também que, das 55 participações registadas, 20 foram apresentadas por cidadãos e oito por órgãos das autarquias locais.

O relatório dá também conta que a CNE registou e atendeu, até 13 de setembro, 651 pedidos de informação por escrito no âmbito das eleições legislativas, 233 das quais relacionadas com o voto antecipado, 106 com delegados, membros e assembleias de voto, 72 com a votação e 50 com o recenseamento eleitoral.

A CNE registou ainda, entre 02 de agosto e 13 de setembro, 1019 pedidos de informação por telefone no âmbito das eleições legislativas da Madeira e da Assembleia da República, sendo também o voto antecipado o que reuniu mais pedidos.

Ainda sobre as eleições na Madeira, que se realizam no domingo, a CNE indica que recebeu 69 participações ou pedidos de parecer, 43 das quais relativas à neutralidade e imparcialidade das entidades públicas.

Destas, 23 foram alvo de deliberação pela CNE até sexta-feira.

CMP // JPS

Lusa/fim

+ notícias: Política

Rui Rio anuncia recandidatura à liderança do PSD

O presidente do PSD, Rui Rio, anunciou hoje que é candidato nas próximas eleições internas, afirmando estar disponível para enfrentar as adversidades inerentes, mas não as deslealdades e boicotes internos.

Governo: Costa com equipa de 50 secretários de Estados entre os quais 18 mulheres

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, apresentou hoje ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, uma equipa de 50 secretários de Estado para o XXII Governo Constitucional, entre eles 18 mulheres.

Vários portugueses assinaram manifesto que defende uma solução política e não judicial na Catalunha

Vários nomes portugueses assinaram um manifesto que sublinha que o problema na Catalunha é de natureza eminentemente política e que, por isso, carece de soluções políticas e não judiciais. Os subscritores defendem a amnistia imediata dos líderes políticos e associativos catalães presos e que sejam levantadas as acusações contra todos os cidadãos catalães que participaram na organização do referendo de outubro de 2017. Fernando Rosas, André Freire e Manuel Loff são alguns dos subscritores.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.