ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Eleições: Programa eleitoral tem margem de 597 ME para prestações sociais e investimento

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 20 set 2019 (Lusa) -- O ministro das Finanças, Mário Centeno, disse hoje que o PS introduziu no seu programa eleitoral uma margem orçamental adicional na despesa de 597 milhões de euros para acomodar medidas na área das prestações sociais e investimento.

"Introduzimos as margens orçamentais necessárias para acomodar as medidas de prestações sociais e investimentos acrescidas pelo programa eleitoral que não estavam contidas no Programa de Estabilidade [do Governo]", afirmou hoje, em conferência de imprensa, na sede dos socialistas, o candidato a deputado pelo círculo de Lisboa.

Em 2023, essa margem adicional na despesa será de 597 milhões de euros, dos quais 142 milhões de euros são para prestações sociais e 373 milhões de euros para investimento, precisou.

Desde a apresentação pública do programa eleitroral do PS, vários analistas, assim como o Bloco de Esquerda, criticaram os socialistas por não terem apresentado qualquer estimativa sobre o impacto finaceiro das medidas constantes no documento.

Ao apresentar estes valores, Centeno disse que a preocupação do partido foi a de "garantir que em Portugal já não há retificativos nas contas públicas".

"As contas que apresentámos são totalmente transparentes e garantem para 2023 a mesma credibilidade. Não há cheques em branco, mas também não há cheques carecas", acrescentou.

ICO/PMF // JNM

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Conselho de Obras Públicas dá prioridade à ligação ferroviária Lisboa-Porto que deve avançar com brevidade

O Conselho Superior de Obras Públicas deu prioridade à ligação ferroviária Lisboa-Porto. É recomendada assim  a construção da linha com maior brevidade possível. O parecer alerta o Governo para a necessidade de se fazer um Plano Ferroviário Nacional.

Parlamento aprova projeto lei do PSD que altera financiamento eleitoral dos partidos

O Parlamento aprovou na generalidade um diploma do PSD que altera o financiamento eleitoral dos partidos. PAN e Iniciativa Liberal foram os únicos a votar contra.

Ministro do Ambiente prometo plano para o aterro de Valongo que "cause muito menos incómodo"

O Ministro do Ambiente diz que a última investigação ao aterro de Valongo levantou "preocupações". O município já pediu a proibição imediata do depósito de amianto nos terrenos. Matos Fernandes promete respostas nos próximos dias.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.