Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

PJ detém suspeito de atear incêndio em "vasta mancha florestal" em Vila Pouca de Aguiar

PJ detém suspeito de atear incêndio em "vasta mancha florestal" em Vila Pouca de Aguiar
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Polícia Judiciária anunciou esta quarta-feira que deteve um homem suspeito de ter ateado um incêndio em zona de floresta no concelho de Vila Pouca de Aguiar (Vila Real), em setembro de 2018, que colocou em perigo "vasta mancha florestal".

Em comunicado de imprensa, a Polícia Judiciária revela que deteve um homem de "44 anos de idade" e "jornaleiro" por ser suspeito da prática do crime de incêndio florestal registado no dia 23 de setembro de 2018, cerca da 21:00, em Bornes de Aguiar, concelho de Vila Pouca de Aguiar.

"O foco de incêndio colocou em perigo uma vasta mancha florestal, constituída por povoamento de pinheiro bravo e carvalho, bem como várias habitações, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção dos bombeiros", lê-se no mesmo comunicado.

O detido vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

+ notícias: Norte

Ardeu em Viana do Castelo em 5 meses o mesmo que em todo 2021

No distrito de Viana do Castelo já ardeu, desde janeiro, a mesma área que em todo o ano de 2021, tendo sido registados 376 incêndios que consumiram 2.179 hectares, alertou hoje o presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil

Bebé sofre queimaduras graves com água a ferver em Vieira do Minho

Um bebé com cerca de dois anos sofreu hoje queimaduras graves ao ser atingido por água a ferver de uma chaleira, em Vieira do Minho, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Braga.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.