Vítor Gaspar interrompido por protestos durante apresentação de livro

Vítor Gaspar interrompido por protestos durante apresentação de livro
| Política
Porto Canal

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, foi esta tarde interrompido por cerca de duas dezenas de pessoas quando se preparava para falar na apresentação de um livro em Lisboa, constatou a agência Lusa no local.Os protestantes gritaram "demissão!" e impediram Gaspar de falar na apresentação da obra "Desta vez é diferente. Oito séculos de loucura financeira", de Carmen Reinhart e Kenneth Rogoff, economistas que conceberam um polémico estudo sobre o impacto da dívida pública no crescimento económico.

O título centra-se na análise de "diversos episódios de vários tipos de crises financeiras" ao longo dos séculos, revela a editora Almedina.

Carmen Reinhart e Kenneth Rogoff, economistas formados em Harvard, foram recentemente notícia por terem publicado uma correção do controverso estudo que fizeram sobre o impacto da dívida pública no crescimento económico.

O estudo "Crescimento em Tempos de Dívida" de Reinhart e Rogoff de 2010 - que concluía que uma dívida elevada era acompanhada necessariamente por uma recessão - foi posto em causa depois de um estudante de Econometria da Universidade Amherst de Massachusetts ter descoberto erros nos cálculos do método estatístico.

+ notícias: Política

Manuel Pizarro renuncia cargo da empresa da qual era sócio-gerente

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, renunciou o cargo da empresa na área da saúde da qual era sócio-gerente. Segundo avança a 'SIC Notícias', o gabinete do atual ministro da Saúde adiantou que a "empresa em causa irá dar continuidade ao processo de dissolução".

CNE diz que propaganda política é “livre” e vê possível crime da Câmara de Lisboa

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) considera que a atividade de propaganda política é “livre” em locais públicos e que a retirada de ‘outdoors’ em Lisboa por parte da Câmara Municipal pode constituir crime.

Marcelo anuncia próxima reunião do Grupo de Arraiolos para 05 e 06 de outubro no Porto

O Presidente da República anunciou esta quinta-feira que a 18.ª reunião do Grupo de Arraiolos, que junta anualmente chefes de Estado não executivos da União Europeia, se irá realizar em 05 e 06 de outubro do próximo ano, no Porto.