Roland Garros: Serena Williams sagra-se campeã em Paris pela segunda vez

| Desporto
Porto Canal / Agências

Paris, 08 jun (Lusa) -- A tenista norte-americana Serena Williams, líder do "ranking" mundial, venceu hoje pela segunda vez o torneio francês de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada.

Na final, Williams bateu a russa Maria Sharapova, número dois do mundo e campeã de 2012, em dois "sets", pelos parciais de 6-4 e 6-4, em 1:42 horas.

Nesta época, foi a quarta vez que as duas primeiras da hierarquia se cruzaram, a terceira numa final. Antes do confronto de hoje, Williams já tinha ganho à russa nas meias-finais do Dubai e nas finais de Miami e Madrid.

Esta foi a 14.ª vitória de Serena Williams em 16 confrontos com Sharapova, que não vence a norte-americana desde 2004, ano em que alcançou os dois únicos triunfos neste frente a frente: nas finais de Wimbledon e do Tour Championships, prova que encerra a época.

Para Serena Williams, este foi o 52.º troféu da carreira (sexto em 2013), o 15.º de um Grand Slam e o segundo em Roland Garros, 11 anos depois da primeira vitória em Paris, na edição de 2002.

Quanto a Sharapova, entregou o título de Roland Garros a Williams na 22.ª final que perdeu, a quarta derrota num encontro decisivo de um Grand Slam.

NF // NF.

Lusa/fim

+ notícias: Desporto

Aliciamento de jogadores pelo Benfica. Uma teia que se vai adensando

Edgar Costa, atleta da equipa do Marítimo, denunciou em junho de 2019, à procuradora Andrea Marques, a tentativa de suborno do empresário Miguel Pinho, a alguns jogadores verde-rubros para que jogassem mal e perdessem contra os encarnados, num jogo relativo à época 2015/2016. Um processo no âmbito do qual a SAD do clube da Luz e os membros do Conselho de Administração foram constituídos arguidos. Contudo, este não é caso único e, ao longo dos últimos anos, as sucessivas denúncias de corrupção, de aliciamento e de práticas duvidosas têm colocado em sobressalto o universo benfiquista. 

Protagonistas da confusão no túnel da Luz alvo de processo disciplinar

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) comunicou, esta sexta-feira, que Hugo Viana, diretor desportivo do Sporting, e Paulo Magalhães, responsável pela empresa de segurança do Estádio da Luz, foram alvo de um processo disciplinar. Em causa estão as confusões que envolveram os dois protagonistas no túnel do Estádio da Luz após o dérbi.

Sérgio Conceição: "Temos uma fome incrível de conquistar este título"

Sérgio Conceição perspetivou o Sporting-FC Porto da final da Taça da Liga (sábado, 19h45).