Presidente visitou hoje, em Coimbra, feridos da explosão em Penacova

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 04 abr (Lusa) -- O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visitou hoje, em Coimbra, os feridos da explosão em Gondelim, Penacova, que fez um morto e mais de 20 feridos, a quem desejou "franco restabelecimento", informou a Presidência.

Marcelo Rebelo de Sousa visitou hoje à tarde "os feridos da explosão em Gondelim, Penacova, que estão internados em três hospitais de Coimbra, a quem desejou o franco restabelecimento, associando-se à comunidade" local "nesta hora difícil", lê-se no "site" da Presidência da República (www.presidencia.pt).

O Presidente transmitiu as "suas sentidas condolências ao proprietário da empresa de pirotecnia, cujos engenhos explodiram nas Festas de Nossa Senhora da Moita em Gondelim, Penacova, causando uma vítima mortal, funcionário da empresa", acrescenta a nota.

NS // ZO

Lusa/fim

+ notícias: País

Futura sede da TAP pode vir a custar 3,8 milhões/ano. Pilotos criticam mudança

O sindicato dos Pilotos da Aviação Civil acusou, esta quinta-feira, a gestão da TAP de “desperdiçar” as receitas do verão com “milhões de erros” cometidos ao longo do ano. Um deles é, segundo a estrutura sindical, o “gasto desnecessário com a mudança da sede da empresa do Aeroporto de Lisboa para o Parque das Nações. Um dos edifícios na mira da companhia aérea nacional tem uma renda anual de quase 4 milhões de euros.

Vida e obra de Luís Ferreira Alves: o pioneiro na fotografia de arquitetura em Portugal

Luís Ferreira Alves, pioneiro na fotografia de arquitetura em Portugal, impulsionou a evolução desta arte desde a década de 80, acarinhado e reconhecido no meio, morreu em Julho aos 84 anos.

Sindicato dos Pilotos da Aviação acusa a TAP de "milhões de erros" 

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil acusa a TAP de desperdiçar as receitas do verão com milhões de erros ao longo ano. Entre os principais problemas apontados pela estrutura está a contratação externa de serviços a várias companhias áreas, num valor superior a 200 milhões de euros.