Info

PSP sem previsões de reabertura do trânsito em lanço da VCI devido a acidente

| Norte
Porto Canal

A PSP ainda não tem previsões para a reabertura do trânsito na VCI do Porto, no sentido Arrábida/Freixo, onde todas as faixas de rodagem (três) foram encerradas devido ao acidente com um camião que envolveu mais duas viaturas ligeiras.Uma colisão registada hoje entre dois veículos ligeiros e um camião, que a seguir se atravessou na autoestrada, obrigou ao corte de todas as faixas de rodagem da Via de Cintura Interna do Porto, no sentido Arrábida/Freixo, e não há previsões de reabertura, disse fonte da PSP.

A PSP informa que se "está a trabalhar para abrir uma faixa de rodagem à circulação", mas que, para já ainda. não há qualquer estimativa para a reabertura ao trânsito naquela zona da VCI.

Segundo as relações públicas da PSP do Porto, o acidente entre o veículo pesado e os dois ligeiros, cujo alerta foi dado pelas 07:48, não fez feridos, mas o trânsito da VCI, junto ao hospital da Prelada foi totalmente cortado.

"As três faixas ficaram bloqueadas, porque houve derramamento de gasóleo, o que implica a sua limpeza e, por isso, foi tudo fechado", explicou a mesma fonte policial, acrescentando que a remoção do camião também está a atrasar a normalidade no trânsito.

"Está a aguarda-se pelo reboque, uma grua, para remover o camião", adiantou a mesma fonte.

Os Sapadores de Bombeiros do Porto estão no local a proceder à limpeza do gasóleo na estrada.

O trânsito está a ser redirecionado para outras alternativas.

+ notícias: Norte

Reportagem: 99 anos de Coelima: que futuro?

99 anos de Coelima: que futuro?

Metro do Porto reduz operação na noite de São João devido às limitações impostas pela pandemia de covid-19

A Metro do Porto revelou hoje que a operação na noite de São João, de quarta para quinta-feira, será reduzida e que, devido às limitações impostas pela pandemia de covid-19, não haverá reforço de horários como em anos anteriores.

Diretor do Parque Natural do Tua diz que as Comunidades Intermunicipais "rebentaram" com a identidade territorial das regiões

O diretor do Parque Natural Regional do Vale do Tua, Artur Cascarejo, considerou hoje que a criação das Comunidade Intermunicipais (CIM) foi um processo "irracional" que "rebentou" com a identidade territorial das regiões.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.