Trabalhadores dos Estaleiros de Viana já falaram com Cavaco

Trabalhadores dos Estaleiros de Viana já falaram com Cavaco
| Norte
Porto Canal

Cavaco Silva foi recebido esta manhã em Melgaço por uma delegação dos trabalhadores dos estaleiros navais de Viana do Castelo. Os trabalhadores não apuparam o presidente mas apresentaram uma faixa de protesto. O autarca de Melgaço serviu de intermediário. O representante dos trabalhadores conseguiu falar com o presidente da república. Cavaco Silva deixou a garantia de que está atento e preocupado com o futuro dos estaleiros e dos 700 postos de trabalho.

O Presidente da República está hoje de visita ao concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo.

"Queremos fazer sentir ao senhor Presidente da República que os ENVC são uma empresa estratégica e como tal o Governo deve olhar com outros olhos para ela, não para a aniquilar", defendeu ainda António Costa.

Os trabalhadores dos estaleiros estão munidos de tarjas em defesa da viabilização da empresa pública, cujo encerramento foi anunciado pelo Governo, mas o protesto faz-se em silêncio.

+ notícias: Norte

Adepto obrigado a despir camisola do PSG durante jogo com o Benfica na Luz

Um adepto brasileiro foi, alegadamente, obrigado a despir a camisola que vestia no jogo da Liga dos Campeões desta quarta-feira, que opôs o Benfica e o PSG, no Estádio da Luz. A situação é revelada nas redes sociais, onde o jovem explica que lhe foi ainda pedido pela segurança que deixasse o seu lugar. O adepto estava acompanhado de um amigo que usava uma camisola da seleção brasileira.

Acidente entre três carros obriga ao corte da EN106 em Penafiel

Um acidente na noite desta quinta-feira provocou uma colisão entre três carros em Cabeça Santa, originando o corte da estrada nacional 106 em Penafiel. Segundo apurou o Porto Canal, cinco pessoas sofreram ferimentos leves tendo sido socorridas no local pelos bombeiros voluntários de Entre-os-Rios. Posteriormente foram transportadas para o Hospital Padre Américo no concelho de Penafiel.

Jovens portugueses percorrem Marrocos sem GPS em desafio solidário

Quatro mil quilómetros em dez dias, percorridos num carro com mais de 20 anos e sem GPS. São as principais regras do desafio “UniRaid” destinado a jovens sem medo do deserto. A prova arranca este sábado, em Tânger, Marrocos, mas o objetivo não é ganhar.