Info

Arménio Carlos garante que trabalhadores apresentam-se em Janeiro na empresa

Arménio Carlos garante que trabalhadores apresentam-se em Janeiro na empresa
| Norte
Porto Canal

O secretário-geral da CGTP garantiu hoje que os funcionários dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) vão apresentar-se ao serviço a 02 de janeiro "para trabalhar", apesar de anunciado para o próximo mês a subconcessão à Martifer.

A convicção do líder da CGTP foi demonstrada no final da sétima manifestação realizada pelos trabalhadores dos estaleiros desde junho de 2011 e que hoje juntou na cidade de Viana do Castelo cerca de 2.500 pessoas a reclamarem a suspensão da subconcessão, processo que prevê o fecho da empresa e o despedimento dos 609 trabalhadores.

"Vão ver que no dia 02 de janeiro lá estarão estas centenas de trabalhadores a entrarem tranquilamente, logo pela manhã, nos locais de trabalho, nos estaleiros, para trabalhar e para produzir. A reafirmar que não vão baixar os braços, que não querem subsídios, não querem indemnizações, querem trabalhar, caramba", insurgiu-se Arménio Carlos.

O líder da intersindical, que participou na manifestação de hoje, acusa o ministro da Defesa Nacional de tentar "aliciar" os trabalhadores dos ENVC com um plano de rescisões amigáveis ao qual já aderiram cerca de 80 funcionários.

"Respeitamos a opinião pessoal de cada trabalhador. Mas serão 80 em 620, a esmagadora maioria continua a defender os postos de trabalho. Até agora está demostrado que [o plano de rescisões amigáveis] é um enormíssimo fracasso", garantiu Arménio Carlos, exigindo a viabilização da empresa e o início "imediato" da construção dos navios asfalteiros para a Venezuela por 128 milhões de euros nos ENVC.

A CGTP confirmou ainda o apoio à iniciativa da comissão de trabalhadores dos ENVC, que hoje anunciou um protesto à porta da residência oficial do primeiro-ministro, pelas 15:30 de 18 de dezembro.

Nesta ação de luta, em que a população de Viana do Castelo também está a ser convidada a participar, os trabalhadores pretendem reclamar a Pedro Passos Coelho a avocação deste processo e a suspensão do encerramento e da subconcessão da empresa.

O grupo Martifer anunciou que vai assumir em janeiro a subconcessão dos terrenos, infraestruturas e equipamentos dos ENVC, pagando ao Estado uma renda anual de 415 mil euros, até 2031, conforme concurso público internacional que venceu.

A nova empresa West Sea deverá recrutar 400 dos atuais 609 trabalhadores, que estão a ser convidados a aderir a um plano de rescisões amigáveis, que vai custar 30,1 milhões de euros.

Em função da adesão a este plano, poderá ser lançado um despedimento coletivo na empresa.

+ notícias: Norte

Câmara de VN Gaia reforça call center para rastreamento de casos positivos

A Câmara de Vila Nova de Gaia reforçou o call center com 25 funcionários municipais para ajudarem no rastreamento de casos positivos. Susana Carmo Silva, Médica de Sáude Pública e responsável pela equipa, disse ao Porto Canal que "fizeram formação a agentes da Polícia Municipal", à qual responderam "muito bem".

Escola Dr. Costa Matos em VN Gaia começa hoje a testar ao alunos

A Escola Dr. Costa Matos em Vila Nova de Gaia começa esta quinta-feira uma iniciativa de testagem aos alunos e, num agrupamento com cerca de 1100 alunos, hoje serão testados 500 alunos. Em declarações ao Porto Canal, os alunos acreditam que esta testagem "é muito importante", para permanecerem mais seguros nas escolas.

Braga está na lista dos distritos em aviso amarelo devido ao tempo frio

Os distritos de Bragança, Vila Real, Setúbal, Santarém, Leiria e Braga estão hoje e sexta-feira sob aviso amarelo devido ao tempo frio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS