Info

Associação de Viseu arranja padrinhos para sem-abrigo e crianças carenciadas

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Viseu, 03 dez (Lusa) - Uma associação de solidariedade do concelho de Viseu está a tentar arranjar padrinhos para crianças carenciadas e sem-abrigo, para que todos possam receber brinquedos e roupas no Natal.

"O objetivo é recolher brinquedos para as crianças de famílias com dificuldades e roupas para os sem-abrigo de Viseu. Os interessados em apadrinhar deverão entrar em contacto connosco até 14 de dezembro", disse Diana Costeira, diretora do Departamento de Valorização da Vida da Associação Social, Cultural e Espiritualista de Viseu.

De acordo com a dirigente, os interessados em contribuir terão a oportunidade de conhecer os afilhados, no dia da festa de natal da associação, a 21 de dezembro.

"A campanha está no início, mas logo no primeiro dia conseguimos padrinhos para 11 crianças. Atualmente, estão inscritos 24", referiu.

Diana Costeira disse que precisam de padrinhos cerca de 50 sem-abrigo e 53 crianças de 90 famílias carenciadas.

"É a primeira vez que levamos a cabo uma campanha deste género, mas, para já, está a correr bem. Já temos padrinhos que se ofereceram para ajudar mensalmente o afilhado, com roupas e bens", disse.

A dirigente realçou que esta é apenas uma de muitas iniciativas que a instituição desenvolve.

"Temos no terreno a Caravana Rainha Santa que apoia, ao longo do ano, várias famílias carenciadas, com o apoio do Banco Alimentar. Possuímos ainda várias oficinas, nomeadamente a de corte e costura Tia Alcina, a das artes Mestre José Loureiro, de atividades domésticas Fada do Lar e a Trouxinha da Teresa", revelou.

A par destas oficinas, estão no terreno a sala de estudo Maria Teresa Magalhães e a sala de alfabetização Idalina Magalhães.

"As crianças têm um espaço onde fazem os trabalhos escolares e recebem explicações, mas também os adultos têm a possibilidade de aprender a ler e a escrever. Atualmente, temos duas senhoras: uma de 32 e outra com perto de 50 anos", apontou.

A associação, que nasceu em 1977, tem em curso o "Roteiro do Conhecimento", que este ano desenvolveu um ciclo de conferências na área da gestão e da saúde.

"Muitas pessoas desconhecem o trabalho que desenvolvemos, todo ele construído na base dos voluntários, sem contar com qualquer tipo de apoio financeiro estatal", esclareceu.

Para Diana Costeira, o contributo dos voluntários tem sido fundamental para levar a cabo uma obra social, assente na Caravana Francisco de Assis.

"Um domingo por mês, os voluntários saem à rua para fazer um peditório de bens alimentares e também de roupas. É assim que vamos conseguindo dar resposta a cerca de 90 famílias", sustentou.

Aos fins de semana, os mesmos voluntários apoiam 50 sem-abrigo de Viseu.

"Dois deles estão a receber acompanhamento diário, pois estão a fazer desintoxicação de álcool e, recentemente, já foram alojados numa casa que um particular cedeu", informou.

A casa precisa de ajustamentos para depois acolher um gabinete de serviço social e um gabinete de enfermagem, mas para já "é melhor do que viver num carro, enquanto não chega o edifício prometido pela Câmara de Viseu".

Numa outra casa funciona um centro de acolhimento a vítimas de violência doméstica, através de um protocolo com a Casa do Povo de Abraveses.

Diana Costeira revelou que o grande projeto de futuro da associação passa pela construção de uma casa-abrigo para jovens grávidas e vítimas de violência doméstica, a que vão dar o nome de Centro de Acolhimento S. João de Brito.

"Estamos a juntar verbas para que este sonho se concretize. Estima-se que venha a custar entre 1,5 a 2 milhões de euros", concluiu.

CMM // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Fogo em Santa Maria da Feira combatido por 116 operacionais e cinco meios aéreos

Um incêndio em mato e floresta deflagrou hoje nas freguesias de Canedo, Vale e Vila Maior, concelho de Santa Maria da Feira (Aveiro) e está a ser combatido por 116 operacionais, com 32 viaturas e cinco meios aéreos.

Motociclista morre em colisão numa rotunda em Viana do Castelo

Um motociclista de 54 anos morreu hoje em Viana do Castelo na sequência duma colisão com um veículo ligeiro de passageiros, avançou à Lusa fonte da Cruz Vermelha de Aldreu (Barcelos).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.