PS disponibiliza a partir de domingo livro de condolências na sede

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 07 jan (Lusa) - O PS vai disponibilizar a partir de domingo e até terça-feira, na sede nacional, em Lisboa, o livro de condolências para que seja prestado o tributo a Mário Soares, que hoje morreu aos 92 anos.

De acordo com fonte oficial do partido, a sede nacional do PS vai estar aberta durante três dias, entre as 10:00 e as 19:00.

O livro de condolências vai estar disponível para militantes e apoiantes prestarem o seu tributo a Mário Soares.

Mário Soares morreu hoje, aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internado há 26 dias, desde 13 de dezembro.

O Governo decretou três dias de luto nacional, a partir de segunda-feira.

Soares desempenhou os mais altos cargos no país e a sua vida confunde-se com a própria história da democracia portuguesa: combateu a ditadura, foi fundador do PS e Presidente da República.

Nascido a 07 de dezembro de 1924, em Lisboa, Mário Alberto Nobre Lopes Soares foi fundador e primeiro líder do PS, e ministro dos Negócios Estrangeiros após a revolução do 25 de Abril de 1974.

Primeiro-ministro entre 1976 e 1978 e entre 1983 e 1985, foi Soares a pedir a adesão à então Comunidade Económica Europeia (CEE), em 1977, e a assinar o respetivo tratado, em 1985. Em 1986, ganhou as eleições presidenciais e foi Presidente da República durante dois mandatos, até 1996.

JF // ZO

Lusa/fim

+ notícias: País

João Ferreira vence quarta prova do Nacional de todo-o-terreno

A dupla João Ferreira/David Monteiro (Mini) venceu este domingo a Baja TT Sharish, em Reguengos de Monsaraz, e reforçou a liderança do Campeonato de Portugal de todo-o-terreno em automóveis.

Nova estrutura da proteção civil? MAI afirma que bombeiros vão cumprir, apesar de discordarem

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, desvalorizou este domingo a discordância da Liga dos Bombeiros quanto à integração destes operacionais na nova estrutura da proteção civil, considerando que os bombeiros irão cumprir a lei em vigor.

Bloco de partos de Portimão encerra por falta de pediatras

O bloco de partos de Portimão vai encerrar entre as 21h00 de domingo e as 09h00 de segunda-feira devido à ausência de pediatras, disse à Lusa o administrador do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA).