APAVT compensa viajantes após greve de trabalhadores

APAVT compensa viajantes após greve de trabalhadores
| País
Porto Canal (AYF)

O clientes prejudicados pela greve de 27 de agosto dos trabalhadores que fazem a segurança dos aeroportos, vão ser compensados pela Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT).

A APAVT explicou em comunicado, que a compensação que será levada a cabo representa, um elevadíssimo montante global, na ordem do meio milhão de euros. Por essa razão, será feita a partir da emissão de vales, com o nome dos clientes prejudicados, no montante que não usaram e passaram agora a poder utilizar, no prazo de um ano, "única e exclusivamente nas agências de viagens onde originalmente adquiriram os respetivos serviços".

Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT, admite a necessidade de manter a credibilidade do setor e defender os interesses dos viajantes, apesar de não ser legalmente exigível, reconhecendo o "elevado sentido de responsabilidade" dos operadores turísticos que a integram e que a acompanharam nesta solução.

Fonte da ANA - Aeroportos de Portugal disse à Lusa que sobretudo o aeroporto de Lisboa ficou paralisado.

+ notícias: País

Mutares e Oaktree favoritos na Efacec. Governo deve aprovar novo dono esta semana

Os fundos internacionais Mutares e Oaktree são os principais candidatos a vencer o concurso de reprivatização da Efacec. A reprivatização da Emesma está a chegar ao dia D: o Governo quer aprovar esta semana em Conselho de Ministros o vencedor do concurso a partir de uma short-list com quatro candidatos e, neste momento, os fundos Mutares e Oaktree são os favoritos.

Estatutos da Direção Executiva do SNS serão aprovados até ao final de junho, garante Pizarro

A Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde já exerce funções há quase nove meses, mas os estatutos ainda não estão aprovados. O Ministro da Saúde, Manuel Pizarro, assegurou que a situação será regularizada até ao final de junho.

Universidades vão manter políticas contra assédio até haver estratégia de prevenção

O Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) disse esta quarta-feira que as instituições vão manter as medidas já em curso de prevenção e combate ao assédio até que esteja definida a estratégia do Governo.