Nuno Jacinto: " Resta saber como é que se vai processar a restante vacinação das pessoas em falta, em termos de agendamento, processamento e dose de reforço".

| Porto Canal

Nuno Jacinto, Presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, afirmou que " resta saber como é que se vai processar a restante vacinação das pessoas em falta, em termos de agendamento, processamento e dose de reforço".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.