Info

Despedidos quase 9.000 funcionários do Ministério do Interior na Turquia

Despedidos quase 9.000 funcionários do Ministério do Interior na Turquia
| Mundo
Porto Canal com Lusa

Quase 9.000 funcionários do Ministério do Interior turco, na maioria polícias, foram despedidos após a tentativa falhada de golpe de Estado na Turquia, noticia hoje a agência noticiosa pró-governamental Anadolu.

Segundo a agência, que cita fonte do Ministério do Interior, foram despedidos 4.500 polícias e 614 gendarmes, no total de 8.777 pessoas.

O Governo turco, liderado pelo Presidente Recep Erdogan, afastou também um governador provincial e 29 de outros tantos municípios, acrescentou a Anadolu.

Os despedimentos surgem no quadro de uma vasta purga do aparelho do Estado desencadeada por Erdogan após a fracassada tentativa de golpe de Estado de sexta-feira para sábado, protagonizada por militares.

Por outro lado, cerca de 6.000 militares foram também suspensos das Forças Armadas e existem ainda cerca de 3.000 mandados de captura contra juízes, magistrados e procuradores.

A purga atinge pessoas suspeitas de terem ligações ao pastor turco exilado nos Estados Unidos há 27 anos, Fethullah Gulen, causado por Erdogan de ter fomentado a tentativa de golpe de Estado.

Gulen, por seu lado, negou qualquer envolvimento e não descartou a possibilidade de ter sido o próprio Presidente turco a organizar o golpe.

+ notícias: Mundo

Espanha: PSOE tem 122 deputados eleitos com 85,86% dos votos escrutinados

Os socialistas do PSOE com 122 deputados eleitos lideram a contagem de votos das eleições de hoje em Espanha quando estão escrutinadas 85,86% dos de votos, anunciou a comissão de eleições.

Juiz manda libertar antigo Presidente do Brasil Lula da Silva

Brasília, 08 nov 2019 (Lusa) - O juíz Danilo Pereira, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba, mandou hoje libertar o ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, menos de 24 horas após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir anular prisões em segunda instância.

António Guterres pede mais cooperação internacional contra tráfico humano

O secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu este domingo mais cooperação internacional para evitar tragédias como a dos 39 emigrantes, possivelmente vietnamitas, encontrados mortos na semana passada num camião em Inglaterra.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.