Info

Estrada Arouca-Feira e Europarque internacional são prioridade nas Terras de Santa Maria

| Norte
Porto Canal com Lusa

Santa Maria da Feira, Aveiro, 07 mar (Lusa) - O novo presidente da Associação de Municípios das Terras de Santa Maria anunciou hoje que a construção da estrada da Feira a Arouca e a internacionalização do Europarque são prioridades do seu mandato, até 2018.

Emídio Sousa afirma que essas são consideradas medidas estratégicas assumidas pelos cinco concelhos que integram atualmente esse organismo: Santa Maria da Feira, Arouca, S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra.

"Se as promessas políticas de todos os governos desde há pelo menos 20 anos finalmente se cumprirem, a construção da estrada Feira-Arouca vai agora concretizar-se", declarou esse responsável, também presidente da Câmara da Feira.

"A obra foi candidatada a fundos comunitários, está indicada como prioritária e esperamos vê-la aprovada ainda este ano", acrescentou.

A via em causa destina-se a ligar Santa Maria da Feira ao Parque de Negócios de Escariz, em Arouca, e vem sendo reclamada há vários anos pela população desse concelho.

A estrutura propunha-se ser uma variante de acesso rápido ao litoral, mas o seu primeiro troço foi inaugurado em 2005 e, apesar de governantes de diferentes forças políticas se terem entretanto comprometido a concluir a obra, os seus últimos 15 quilómetros continuam por construir.

Já quanto ao centro de congressos de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa notou que a sua afirmação no estrangeiro enquanto infraestrutura apta a acolher eventos internacionais será "um eixo importantíssimo" da atividade da Associação de Municípios ao longo do presente mandato, iniciado na semana passada e com a duração de dois anos.

"Nos próximos tempos vamos apostar na internacionalização do Europarque e já temos um acordo com a Área Metropolitana do Porto para a realização de um estudo sobre a revitalização desse equipamento", realçou.

O trabalho em causa deverá custar 60.000 euros e o autarca considerou que o investimento é justificado pelo facto de esse ser "o grande equipamento da região Norte" e, "provavelmente, o maior centro de congressos do país".

AYC // MSP

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

GNR desmantela rede de contrafação no Norte e apreende 1,4 milhões de euros em artigos

A Unidade de Ação Fiscal da GNR anunciou este sábado que desmantelou uma rede de fabrico e venda de artigos contrafeitos, apreendendo material no valor estimado de 1,4 milhões de euros em Matosinhos e Famalicão.

Alunos de Vinhais fecham escola por causa do frio

Os alunos da escola secundária de Vinhais queixam-se do frio nas salas de aulas. Não se fazem obras no centro escolar há mais de 30 anos e os 300 alunos protestam contra a falta de condições.

População de Covas do Barroso está contra o projeto da mina de lítio

A população de Covas do Barroso e a autarquia de Boticas estão contra o projeto de uma mina de lítio a céu aberto em território classificado como Património Agrícola Mundial. A empresa responsável fala num investimento de 500 milhões de euros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.