Info

Modtíssimo: Um evento num aeroporto onde a TAP pretente suprimir rotas "relevantes" para o setor 

| Norte
Porto Canal (MYF)

A 47ª edição do ‘Modtíssimo' arranca, esta quarta-feira, no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. Paulo Vaz, diretor da Associação dos Têxteis de Portugal (ATP) garante que o local escolhido para esta feira profissional dedicada ao setor têxtil e vestuário nada tem haver com a polémica que envolve a TAP e o Aeroporto Sá Caneiro, mas relembra que as rotas que a companhia aérea pretende suprimir são ‘relevantes’ para o setor.

Paulo Vaz, diretor da ATP, refere que este evento nada tem haver com a polémica que envolve a TAP e o Aeroporto Sá Carneiro, mas relembra que a moda é "um grande utilizador das companhias de aviação desta infraestrutura [Aeroporto Sá Carneiro]".

"As rotas que foram cortadas ou que a TAP tenciona cortar são relevantes. Quer para Espanha, Barcelona, quer para Itália, sobretudo Milão, e naturalmente para Bruxelas, porque hoje muitas das coisas são decididas, até em termos políticos e de política comercial, bem entendido, na capital europeia, explicou Paulo Vaz à RTP.

O setor têxtil espera este ano chegar aos cinco mil milhões de euros em exportações, “um valor recorde que os têxteis e o vestuário português alcançaram em 2001", avançou Paulo Vaz ao Porto Canal.

Polémicas à parte, a 47.ª edição do Modtíssimo, que se realiza de dois em dois anos, é uma iniciativa que conta com mais de 300 coleções de moda num palco nunca antes visto em outra parte do mundo, um aeroporto. 

“Para este espírito de uma feira de moda que se tem de inovar e renovar, de vez em quando sair do seu habitat natural, que é o edifício da Alfândega, também é importante”, salientou Manuel Serrão, responsável do Modtíssimo.

A exposição está organizada em quatro grandes área, num espaço que reúne fabricantes de tecidos e acessórios europeus para a indústria têxtil, produtores de vestuário para adultos e crianças, têxteis inovadores e serviços correlativos. O evento decorre até esta quinta-feira.

+ notícias: Norte

Cortes na circulação devido ao Túnel do Bolhão deixa comerciantes preocupados

Arrancaram, esta terça-feira, as obras do novo túnel do Bolhão, no Porto. Durante os próximos cinco meses não vão circular peões entre a Rua Formosa e a Rua Alexandre Braga e os comerciantes daquela zona estão preocupados com os prejuízos que a construção possa causar.

Dois meses depois, instituição 'Kastelo' continua sem camas novas

O Governo vai abrir mais 449 camas para cuidados continuados até ao final do ano mas não incluem a única associação de cuidados continuados destinados a crianças na Península Ibérica. Há dois meses a Ministra da Saúde comprometeu-se a aumentar a capacidade da instituição 'Kastelo', situada em Matosinhos, mas não há sinais de alargamento apesar da lista de espera e dos quartos vazios.

PJ investiga morte de homem em hotel de Braga

Um homem foi encontrado morto na terça-feira num quarto de hotel em Braga, disse à Lusa fonte da GNR, com a Polícia Judiciária a ser chamada ao local para investigar a morte.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.