Info

Bosch aposta em Portugal e espera retorno de 1,3 milhões em dois anos

Bosch aposta em Portugal e espera retorno de 1,3 milhões em dois anos
| País
Porto Canal (LYC)

O grupo alemão Bosch decidiu concentrar toda a actividade de desenvolvimento de software e aplicações para vários produtos, que estava a ser feita na Índia, no distrito de Aveiro. As ferramentas eléctricas do grupo serão, também, produzidas em Portugal, mais concretamente em Ovar.

“Hoje, em Portugal, gerimos toda a cadeia de negócio. Somos uma fábrica com sede na Alemanha, mas todo a gestão do negócio foi descentralizada para Portugal e não é só por causa do custo. Sim, é mais baixo do que na Alemanha, mas essencialmente porque os recursos são muito eficientes e o nível de competência é excepcional”, esclareceu o director fabril da Bosch, António Conde, à Rádio Renascença.

“Se eu comparar o custo de mão-de-obra entre Portugal e a Roménia, nós não competimos com eles, mas se misturar que um contentor, para ir de Portugal a Hamburgo, demora três dias e da Roménia demora quase 22 dias, tenho muito impacto para o investidor, porque é todo o custo de stock que está em causa”, frisa António Conde.

A fábrica Bosch de Ovar vai ficar responsável pelo fabrico de ferramentas eléctricas do grupo alemão, que estava na Malásia, para além dos sistemas de segurança. No total serão investidos três milhões de euros e haverá um reforço de 10% no número de trabalhadores, que ronda as 400 pessoas.

A Bosch, que emprega mais de três mil pessoas em Portugal, espera alcançar um volume de negócios de 1,3 milhões de euros em dois anos.

 

+ notícias: País

Covid-19: Mais seis mortes e 232 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais seis óbitos por covid-19, em relação a domingo, e mais 232 casos de infeção confirmados, dos quais 195 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgados.

Homem morre afogado numa piscina em Viseu

Um homem de 79 anos morreu hoje afogado numa piscina em Marzovelos, na cidade de Viseu, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro.

Portugal recebeu 39 voos do Reino Unido depois de excluído dos corredores aéreos britânicos

Portugal ficou de fora da lista dos corredores aéreos britânicos, mas isso não significa que deixe de haver voos do Reino Unido para território nacional. Só neste fim de semana aconteceram 39 voos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.