Info

Sócrates sem acesso a provas do processo

Sócrates sem acesso a provas do processo
| País
Porto Canal (LRF)

O juiz Carlos Alexandre negou novamente o acesso às provas do processo da Operação marques a Sócrates. Para além da recusa por parte do juiz, o Ministério Público pediu a nulidade do acórdão do Tribunal da Relação. Fazendo com que o recurso possa ir ao Tribunal Constitucional.

Após o acesso ao processo da Operação Marquês ter sido negado a Sócrates pelo Ministério Público, a defesa do ex-primeiro-ministro tentou que o juiz Carlos Alexandre desse acesso aos autos do processo, esses mesmo autos que o Tribunal da Relação de Lisboa declarou extintos.

Na passada sexta-feira, o magistrado judicial respondeu ao requerimento dos advogados alegando que ainda corria um prazo para o Ministério Público pedir o esclarecimento do acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa ou apresentar recurso para o Tribunal Constitucional.

Contudo foi nesta segunda-feira ao final da tarde que o Ministério divulgou através de um comunicado que tinha sido pedido a nulidade do acórdão do dia 24 de Setembro.

Simultaneamente ocorria a possibilidade de um recurso ao Tribunal Constitucional, fundamentando que o documento do Tribunal da Relação do Lisboa pode estar em causa o princípio constitucional da protecção do segredo de justiça. Isto faz com o acesso ao processo seja negado à defesa do Sócrates.

+ notícias: País

Porto, Braga e Guimarães entre as cinco cidades Portuguesas que já sentem alterações climáticas

Centenas de cidades do mundo já estão a sentir os efeitos das alterações climáticas, como Lisboa, Porto, Braga, Cascais e Guimarães, em Portugal, mas só metade estão a tomar medidas, diz um estudo esta terça-feira divulgado.

Despiste provoca um morto em Sernancelhe

O despiste de uma viatura ligeira na Estrada Nacional (EN) 226, no concelho de Sernancelhe, provocou um morto, disse hoje à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu.

Equipa de resgate procura quatro espeleólogos portugueses em gruta espanhola

Uma equipa de resgate foi acionada para localizar quatro espeleólogos portugueses que estão desde sábado na gruta de Cueto-Coventosa, em Espanha, com os trabalhos de socorro a serem dificultados pelo aumento do nível da água.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.