Info

BE questiona Governo sobre urgência pediátrica transferida de Valongo para Porto

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Porto, 30 ago (Lusa) -- O deputado do BE João Semedo questionou o Governo sobre a transferência para a urgência pediátrica do Hospital de S. João, no Porto, do atendimento no Hospital de Valongo das pessoas do concelho em idade pediátrica.

"Se faz sentido permitir que as pessoas em idade pediátrica possam ser atendidas diretamente em pediatria no Hospital de São João, não faz qualquer sentido proibir o seu atendimento em clínica geral no Hospital de Valongo", critica o também coordenador do BE, no requerimento dirigido ao Governo, a que a Lusa teve hoje acesso.

Defendendo que a medida em vigor desde segunda-feira deve ser "revertida", João Semedo quer saber se "o Governo tem conhecimento da situação" e se está "disponível para continuar a permitir o acesso das pessoas em idade pediátrica ao atendimento em clínica geral no Hospital de Valongo".

O Centro Hospitalar de São João anunciou na terça-feira que, no dia anterior, o atendimento "de crianças e jovens do concelho de Valongo" passou a ser feito "na Urgência Pediátrica Integrada do Porto", em funcionamento no Hospital de S. João.

Para o coordenador do BE, o problema é que, com esta medida, o Centro Hospitalar "está a impossibilitar" a todas as crianças e jovens de Valongo o acesso "a um serviço que já existia e que era útil".

"Até segunda-feira todas as pessoas em idade pediátrica (ou seja, até aos 18 anos) podiam ser atendidas no Hospital de Valongo. As consultas eram asseguradas em clínica geral e, caso fosse necessário, era efetuado o encaminhamento para o serviço de pediatria no Hospital de São João. Agora todas as pessoas de Valongo em idade pediátrica são obrigadas a deslocarem-se ao Hospital de São João", alerta o deputado.

No requerimento enviado ao Governo e divulgado hoje, João Semedo refere que, de acordo com informações do Centro Hospitalar, "o Hospital de Valongo atendia em média 22 pessoas por dia em idade pediátrica".

"Agora, todas estas pessoas passam a ser obrigadas a deslocar-se ao Porto. Esta medida, assim colocada, não faz qualquer sentido", sustenta.

ACG // MSP

Lusa/fim

+ notícias: Norte

Homem tenta matar mulher e suicida-se em Lamego

Um homem tentou hoje matar uma mulher, em Lamego (distrito de Viseu), tendo-se suicidado depois, confirmou à Lusa fonte da Direção Nacional da PSP.

Encontrado cadáver junto da A28 na avenida AEP no Porto

Um cadáver do sexo masculino foi encontrado, este sábado, junto da A28 no avenida AEP no Porto, apurou o Porto Canal com fonte da PSP.

Ferido com gravidade após queda em altura de um prédio em Terras de Bouro

Um homem ficou ferido com gravidade após cair de um prédio em construção em Vilar da Veiga, Terras de Bouro, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.