Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

China é o segundo país com maior área de cultivo de vinha

| Mundo
Fonte: Agência Lusa

Paris, 27 abr (Lusa) - A Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) colocou hoje a China como o segundo país com a maior área de cultivo de vinha, seguida pela França.

De acordo com dados do ano passado, apresentados em conferência de imprensa, a China tem 799 mil hectares de terra ocupada por vinhas. Espanha, no primeiro lugar, tem 1,02 milhões de hectares.

A França continua a ser o maior produtor de vinho do mundo, produzindo 47 milhões de hectolitros no ano passado. Este país foi também o maior exportador de vinho, obtendo mais de 7,7 mil milhões de euros, indicou a OIV, um organismo intergovernamental, de carácter científico e técnico.

Os Estados Unidos são o maior consumidor, com cerca de 31 mil hectolitros, seguido pela França e Itália.

A China emergiu rapidamente com um dos principais atores na vinicultura, com 11% do território ocupado por vinhedos no ano passado. Em 2000, o país tinha 4% do território destinado ao cultivo de vinha.

Os maiores importadores de vinho foram a Alemanha, o Reino Unido e os Estados Unidos, com um volume de negócios global de 26 mil milhões de euros.

EJ // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Pelo menos 38 mortos em dois atentados na Somália

Pelo menos 38 pessoas foram mortas, na sexta-feira, em dois atentados com carros armadilhados que visavam o palácio presidencial e um hotel da capital da Somália, informaram este sábado os serviços de resgate e policiais somalis.

Trump diz que ideia de armar professores terá forte efeito dissuasor

O presidente dos Estados Unidos reiterou hoje, através do Twitter, a intenção de dar armas aos professores para prevenir tiroteios nas escolas, dizendo que a medida abrangeria docentes com "treino especial" e "solucionaria o problema instantaneamente".

Noite sangrenta no Afeganistão com mais de 20 mortos em ataques suicidas

Cabul, Afeganistão, 24 fev (Lusa) - O grupo terrorista Estado Islâmico e os Taliban reclamaram hoje a autoria de uma vaga de ataques suicidas que varreu durante a noite o Afeganistão, provocando mais de 20 mortos em diversos pontos do país, segundo as autoridades afegãs.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.