Info

FC Porto B venceu Académico de Viseu em jogo de domínio repartido

FC Porto B venceu Académico de Viseu em jogo de domínio repartido
| FC Porto
Porto Canal com imagem de fcporto.pt

O FC Porto B venceu hoje em casa o Académico de Viseu, por 3-2, numa partida da 16.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol em que os portistas dominaram até ao intervalo e os viseenses foram mais fortes na segunda parte.

Os portistas foram para o intervalo a vencer por 2-0 e fizeram o 3-0 na segunda parte, de penalti (61), mas a partir daí o Académico de Viseu "entrou em jogo", reduziu para 3-2 e por muito pouco não empatou.

No primeiro remate, o FC Porto marcou o seu primeiro golo (12). Otávio lançou o esquerdino Kelvin, este recebeu a bola, fletiu para o centro e atirou certeiro de pé direito.

O golo moralizou o conjunto portista e foi sem surpresa que Ricardo Pereira obteve o 2-0, concluindo de cabeça um bom cruzamento de Kelvin e alguma permissividade da defesa viseense.

O Académico de Viseu sentiu então grandes dificuldades conter o futebol atacante do seu opositor, com grande aproveitamento dos flancos e da criatividade de Kelvin e da velocidade de Ricardo Pereira.

O guarda-redes Ivo adiou o terceiro portista com três grandes intervenções (28, 34 e 39) e o Académico de Viseu desperdiçou uma grande penalidade (31). Tiago Almeida marcou a falta, a punir carga do chileno Lichnovsky sobre Sandro Lima, mas rematou fraco e o estreante Gudiño defendeu.

Ainda antes do intervalo, os viseenses desaproveitaram um livre indireto em plena área portista e Sandro Lime falhou uma grande ocasião de golo, após assistência de Clayton, atirando novamente fraco e contra Gudiño.

Na segunda parte, o FC Porto chegou ao 3-0 através de uma grande penalidade, convertida por Ivo Rodrigues, e desacelerou um pouco o seu futebol, o que permitiu ao Académico de Viseu recompor-se e reagir.

A reação viseense intensificou-se com a entrada de João Coimbra para o lugar do apagado Tiago Borges e a defesa portista começou a dar sinais de fragilidade e a ser fortemente pressionada.

Após um bom cruzamento de Tomé, que tinha estado mal na primeira parte, Clayton reduziu para 3-1. Cada vez mais confiante e atrevido, o Académico chegou ao 3-2, por Sandro Lima, também de cabeça e depois de um canto.

O FC Porto B tremeu, perdeu o meio-campo e o Académico de Viseu apertou o cerco à baliza portista. Sandro Lima, novamente de cabeça, quase que fez o 3-3, mas Gudiño, com uma grande defesa, negou-lhe o golo e segurou a difícil vitória "azul-e-branca".

Jogo no Estádio Dr. Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia.

FC Porto B - Académico de Viseu, 3-2

Ao intervalo: 2-0

Marcadores:

1-0, Kelvin, 12 minutos.

2-0, Ricardo Pereira, 16

3-0, Ivo Rodrigues, 61

3-1, Clayton, 71

3-2, Sandro Lima, 85

Equipas:

- FC Porto: Gudiño, David Bruno, Lichnovsky, José António, Kayembe (Victor Garcia, 53), Tomás, Ricardo Pereira, Otávio, Tiago Rodrigues (Francisco Ramps, 63), Kelvin e Ivo Rodrigues (André Silva, 67).

(Suplentes: Kadú, Francisco Ramos, André Silva, Victor Garcia, Frederic, Leandro Silva e Diego Carlos).

Treinador: Luís Castro.

- Académico de Viseu: Ivo Gonçalves, Tomé, Pedro Santos (João Carneiro,87), Eridson, Dalbert, João Ricardo, Lusinho, Clayton, Tiago Borges (João Coimbra, 58), Tiago Almeida (Paulo Roberto, 71) e Sandro Lima.

(Suplentes: Ricardo Ribeiro, Tiago Gonçalves, Filipe Nascimento, João Coimbra, Alex Porto, Paulo Roberto e João Carneiro).

Treinador: Ricardo Chéu.

Árbitro: Ricardo Baixinho (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Lichnovsky (31), Eridson (6), João Coimbra (77) e Kelvin (90+4).

Assistência: 328 espetadores.

+ notícias: FC Porto

Danilo: "O jogo de apresentação vai ser uma espécie de teste para o jogo com o Krasnodar"

Danilo Pereira elogiou, esta segunda-feira, o grupo de trabalho portista e a forma como a equipa se está a preparar para os próximos desafios. O capitão do FC Porto realçou a importância do jogo de apresentação com o Mónaco uma vez que será "uma espécie de teste para o jogo com o Krasnodar", na Liga dos Campeões.

Atualizado 23-07-2019 11:42

Danilo diz que Krasnodar é "adversário difícil" mas que o FC Porto estará "preparado"

Esta segunda-feira, o FC Porto ficou a conhecer o adversário para a 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Os Dragões vão disputar, nos dias 7 e 13 de agosto, o acesso aos playoffs da liga milionária frente ao Krasnodar, da Rússia. Após o sorteio, Danilo salientou que os Dragões vão defrontar uma “equipa difícil, que já se encontra em competição”, mas o internacional português mostrou-se confiante nas hipóteses dos azuis e brancos e reforçou que a equipa portista estará “preparada” para enfrentar o desafio.

Atualizado 23-07-2019 11:39

Krasnodar é o adversário na 3.ª pré-eliminatória da Champions

O FC Porto vai defrontar o Krasnodar na 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões. O sorteio, realizado esta manhã, em Nyon, na Suíça, ditou uma viagem à Rússia na primeira mão, com a qualificação a ser decidida no Estádio do Dragão.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.