Info

FC Porto vence em Borisov e iguala a sua segunda melhor participação na "Champions"

| FC Porto
Porto Canal

O FC Porto igualou hoje a sua segunda melhor participação de sempre na Liga dos Campeões de futebol, ao vencer na Bielorrússia o BATE Borisov por 3-0, em jogo da quinta jornada do Grupo H da prova.

Apesar de já apurados, os "dragões" apresentaram-se na Bielorrússia com o intuito de vencerem a partida para poderem igualar a marca dos 13 pontos registada em 2012/2013, além de manterem sob mira o seu recorde de 16, alcançado na edição de 1996/97, e consequentemente a vitória no grupo.

Num jogo sem grande emoção, valeram os golos anotados, já na segunda parte, pelo mexicano Hector Herrera, aos 56 minutos, o colombiano Jackson Martinez, aos 65, e o espanhol Cristian Tello, aos 84.

FC Porto vence BATE com paciência no primeiro tempo e eficácia no segundo


O FC Porto precisou de alguma paciência para bater, por 3-0, o BATE Borisov, em jogo da quinta jornada do Grupo H da Liga dos Campeões de futebol, apenas conseguindo marcar os seus golos no segundo tempo.

Hector Herrera, Jackson Martinez (cinco golos na prova) e Cristian Tello “assinaram” o resultado, que mantém os “dragões” no topo do agrupamento, que poderão vencer já hoje, dependendo do desfecho, mais tarde, entre o Shakhtar Donetsk e o Athletic Bilba.

O treinador espanhol Julen Lopetegui, que manteve Ricardo Quaresma entre os titulares, apenas operou duas alterações, por comparação com a última partida (empate a dois no terreno do Estoril-Praia): Marcano por Maicon e Óliver Torres por Adrián Lopez.

O interesse da primeira parte do jogo resume-se num único remate perigoso, protagonizado por Brahimi, na marcação de um livre direto frontal, com a bola a passar a centímetros da barra.

A abordagem aguerrida dos bielorrussos impediu que o FC Porto chegasse com critério ao último terço do terreno, mas também não foi capaz de empurrar os “dragões” para o seu meio-campo.

No segundo tempo, e a revelar mais acerto nas movimentações ofensivas, o FC Porto chegou ao golo (56 minutos), graças a um remate do mexicano Herrera, desferido desde a direita, de fora da grande área.

Mais soltos, os portistas resistiram à ténue reação adversário e, após boa jogada de Brahimi na esquerda, a bola foi endossada para Herrera, que, no coração da área, assistiu o colombiano Jackson Martinez, tendo este rematado para o segundo golo (65).

Até final, os portistas jogaram para alargar a vantagem, já com Tello no lugar de Quaresma e Adrián Lópes no de Brahimi, e o primeiro a entrar foi o último a marcar, após bom passe para desmarcação de Herrera e com o espanhol a tornear o guarda-redes Chernik para rematar com sucesso (89), fazendo o seu primeiro golo ao serviço do FC Porto.

Jogo na Arena Borisov, Bielorrússia.

BATE Borisov – FC Porto, 0-3.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Herrera, 56 minutos.

0-2, Jackson Martinez, 65.

0-3, Tello, 89.

Equipas:

- BATE Borisov: Chernik, Oleknovich, Gayduchik, Tubic, Mladenovic (Aleksievich, 72), Aleksandr Volodko, Yablonski, Gordeychuk, Karnitski (Baga, 67), Maksim Volodko e Rodionov (Signevich, 75).

(Suplentes: Soroko, Polyakov, Aleksievich, Pavlov, Baga, Yakovlev e Signevich).

Treinador: Aleksandr Yermakovich.

- FC Porto: Fabiano, Danilo, Ivan Marcano, Martins Indi, Alex Sandro, Herrera, Casemiro, Óliver, Ricardo Quaresma (Tello, 71), Brahimi (Adrián Lópes, 83) e Jackson Martínez (Quintero, 90).

(Suplentes: Andrés Fernández, Maicon, Rúben Neves, Quintero, Tello, Adrián Lópes e Aboubakar).

Treinador: Julen Lopetegui.

Árbitro: Ovidiu Haţegan (Roménia).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Ivan Marcano (06 minutos), Gayduchik (41), Oleknovich (45) e Yablonski (61).

+ notícias: FC Porto

João Rodrigues: "É com todo o gosto que fico cá mais um ano"

João Rodrigues, o vencedor da 81.ª Volta a Portugal, protagonizou ao início da tarde desta sexta-feira um momento simbólico ao deixar no Museu FC Porto a bicicleta em que pedalou até à glória na principal prova velocipédica do país, no último verão. A cerimónia, em que estiveram também presentes o presidente do clube, Jorge Nuno Pinto da Costa, o gestor da W52-FC Porto, Adriano Quintanilha, e o responsável pela equipa, Nuno Ribeiro, serviu ainda para prolongar o vínculo contratual do ciclista com os Dragões por mais uma temporada.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.