Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Castelo de Cerveira abandonado há seis anos é o espaço mais procurado por turistas

Castelo de Cerveira abandonado há seis anos é o espaço mais procurado por turistas
| Norte
Porto Canal

O castelo de Vila Nova de Cerveira, onde está instalada a pousada Dom Dinis, abandonada há seis anos, é o espaço que desperta "maior curiosidade" dos turistas que visitam o concelho, disse hoje à Lusa o autarca local.

O socialista Fernando Nogueira adiantou que o espaço "só está disponível" para visitas, "graças ao município" que, "à revelia do proprietário daquele monumento de Interesse Público - a Direção Geral do Tesouro e Finanças (DGTF) - assegura os cuidados diários de limpeza mínimos".

Desde o lançamento em maio passado do "YTravel Cerveira", o serviço turístico lançado pela Câmara Municipal, e até setembro último "mais de um milhar de turistas" visitou o património localizado no centro histórico da vila, "em particular, o conjunto formado pelo interior do Castelo".

"Um dado ainda corroborado pelo facto de o QR Code (códigos de barras de última geração com informação que pode ser lida por 'smartphones') daquela estrutura medieval apresentar o maior acesso individual", explicou.

Em causa está o castelo com origens no século XIII, mandado construir pelo rei Dinis, classificado como monumento nacional onde se encontra instalada a pousada com o mesmo nome, que fechou em finais de 2008.

Na altura, enquanto Pousada de Portugal, integrava o grupo Pestana, que a encerrou a pretexto de obras de reabilitação.

No início deste mês, à Lusa o autarca eleito numa lista independente em 2013 disse temer pelo interesse de um investidor nacional naquela pousada face à demora no aval DGTF.

"Temos um investidor nacional interessado em investir no imóvel com um projeto na área da hotelaria, mas precisa de conhecer as condições do negócio. Estamos à espera de uma reunião com a DGTF mas marcações são difíceis, temos que ter muita paciência", afirmou na altura.

O encontro ainda não foi marcado, garantiu hoje, à Lusa, o próprio.

Este impasse levou mesmo, em 2011, à desistência de um grupo alemão interessado em criar um hotel de charme ligado às artes.

"Os investidores querem respostas rápidas. Este promotor nacional já veio duas vezes a Vila Nova de Cerveira para reunir connosco e para nos pedir informações. Parece-me um interesse real, caso contrário não faria algumas centenas de quilómetros de ânimo leve", sustentou.

A pousada foi inaugurada a 03 de setembro de 1982 e possuía restaurante, bar e 29 quartos.

A falta de viabilidade da unidade terá sido o argumento invocado para o encerramento definitivo da pousada, que funcionou durante cerca de 26 anos.

Após o fecho o grupo Pestana devolveu a posse do edifício à ENATUR (Empresa Nacional de Turismo), que em 2011 o entregou à DGTF.

+ notícias: Norte

Buscas por pescador desaparecido no rio Minho retomadas às 07h30

As operações de busca pelo pescador desaparecido no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço, distrito de Viana do Castelo, foram retomadas às 07h30 desta segunda-feira, disse à Lusa uma fonte da Polícia Marítima de Caminha.

Já circulam nas ruas da cidade do Porto dois autocarros elétricos

Já circulam pela cidade do Porto os primeiros dois autocarros elétricos, e até ao fim do ano vão ser 15 viaturas elétricas ao serviço da STCP.

Buscas por pescador desaparecido no rio Minho reforçadas a partir das 14h00

A operação de busca e resgate de um pescador desaparecido no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço, distrito de Viana do Castelo, vai ser reforçada este domingo à tarde com um grupo de mergulho forense, disse fonte da Polícia Marítima (PM).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.