Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Refer lança passagem superior para melhorar segurança junto a apeadeiros da Maia

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Maia, 25 ago (Lusa) - A Rede Ferroviária Nacional (Refer) anunciou hoje ter consignado a construção de uma passagem superior pedonal sobre a Linha do Minho, entre os apeadeiros de Águas Santas e de Palmilheira, Maia, numa zona marcada por acidentes fatais.

Em comunicado, a Refer refere que os trabalhos custarão 359.183 euros e adianta que deverão estar concluídas em cinco meses. Consistem na construção de uma estrutura metálica dotada de escadas e de elevadores.

A intervenção, assinala a empresa, "viabilizará a supressão do atravessamento de nível numa zona de "risco elevado devido às velocidades praticadas, número de circulações e utilizadores".

Já foram realizadas diversas "ações de mitigação", mas sem se evitarem acidentes, "alguns dos quais fatais", admite a entidade responsável pela rede ferroviária nacional.

A obra enquadra-se no Plano de Supressão e Reclassificação de Passagens de Nível que a Refer tem em curso desde 1999, e que, segundo a empresa, permitiu eliminar mais de 65% das travessias existentes e melhorar as condições de segurança em cerca de 700 das que subsistem.

O investimento nestes trabalhos, atingindo um valor global na ordem dos 350 milhões de euros, permitiu reduzir em 83% o número de acidentes nestes atravessamentos, garante a empresa.

No âmbito do mesmo programa, a Refer anunciou na sexta-feira a conclusão de uma intervenção similar também no Grande Porto.

Trata-se da construção de uma passagem superior sobre a Linha do Norte, ao quilómetro 331, junto ao apeadeiro de Coimbrões, concelho de Vila Nova de Gaia.

Neste caso, o investimento foi de 230 mil euros.

JGJ // MSP

Lusa/fim

+ notícias: Norte

Prejuízos na agricultura estão a ser contabilizados em Lamego

A Câmara de Lamego disse hoje que, em conjunto com representantes de proprietários e agricultores, está a desenvolver esforços para quantificar os prejuízos causados pelo mau tempo de quarta-feira à tarde.

Grupo armado assalta ourivesaria em Ponte de Lima e vizinho reage a tiro

Um grupo armado roubou hoje uma ourivesaria no centro histórico de Ponte de Lima e há registo de que um vizinho disparou contra os assaltantes, desconhecendo-se se houve resposta ou feridos, informou fonte policial.

Centenas de pessoas acusam organizador de caminhadas em Arcos de Valdevez de fraude

Centenas de pessoas pagaram para fazer uma caminhada na ecovia de Sistelo em Arcos de Valdevez mas acabaram abandonados e sem qualquer apoio da organização. As pessoas queixam-se de falta de assistência e de seguro e dizem-se vítimas de uma fraude.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.