Info

Enfermeiros protestam em Vila Nova de Gaia pela vinculação de mais de 600 precários no Porto

| Norte
Porto Canal

Os enfermeiros exigem ao Governo a vinculação de mais de 600 contratos precários de enfermeiros do distrito do Porto, num um protesto que decorre, na manhã desta quarta-feira no Hospital de Vila Nova de Gaia.

Ao Porto Canal, Fátima Monteiro, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, diz que "o que está em causa é a exigência ao Governo que vincule todos os enfermeiro que foram admitidos e estão a trabalhar com vínculo precário, cerca de 830 enfermeiros, uns pela Covid e outros por substituição", assim como exigem ainda "o reconhecimento do risco e penosidade da profissão".

De acordo com Fátima Monteiro são necessários oito meses de contrato para os enfermeiros contratados poderem passar a contrato a termo indeterminado, condição que grande parte dos enfermeiros não reune.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Zoom Zoom Z o o m