Info

Ordem dos Enfermeiros denuncia surto de Covid-19 no IPO do Porto

| Norte
Porto Canal

A Ordem dos Enfermeiro denunciou ao Porto Canal que existe um surto de Covid-19 no IPO do Porto, mais concretamente na ala de cirurgia oncológica no piso 8, onde cinco doentes estão infetados e outros 15 aguardam resultados dos testes. Conselho de Administração do IPO do Porto confirma este surto. 

Atualizado 20-11-2020 19:50

Segundo João Paulo Carvalho, da Ordem dos Enfermeiros, o primeiro caso surgiu na passada quarta-feira e esse mesmo paciente acabou por falecer.

De momento está reunido o Gabinete de Crise para controlar a situação.

Após uma denuncia do Ordem dos Enfermeiros feita ao Porto Canal o Conselho de Administração do IPO do Porto confirma em comunicado que foram detetados cinco doentes e dois profissionais de saúde positivos para Covid-19 e que este surto surgiu “o piso 8 de internamento do Edifício A (Cirurgia)”.

De acordo com o comunicado da administração o primeiro caso surgiu quinta-feira "num doente que revelou febre e sintomas respiratórios suspeitos", já o segundo doente encontrava-se internado no mesmo piso e foi "testado no contexto de atuação de rotina como preparação para procedimento diagnóstico", logo de imediato foram testados todos os doentes e os profissionais de saúde que tinha estado em contato com os infetados. Nesta sequência, foram identificados outros três doentes e dois profissionais infetados. 

"Este grupo de doentes encontra-se em isolamento com todas as medidas de segurança necessárias preconizadas para este tipo de situação. Já estão a decorrer os procedimentos de transferência de doentes para unidades hospitalares da área de residência, onde serão acompanhados até reunirem de novo condições para continuar o seu tratamento ou acompanhamento no IPO do Porto. Está em curso a averiguação dos potenciais elos de ligação entre os casos detetados, de forma a identificar a origem deste surto", pode-se ainda ler em comunicado.

 

+ notícias: Norte

Surto de Covid-19 em lar da Misericórdia de Murça com 58 infetados, incluindo 33 utentes

O lar da Santa Casa da Misericórdia de Murça regista 33 utentes e 25 funcionários infetados com o novo coronavírus, divulgou hoje a instituição, que explicou que "as equipas estão reduzidas e focadas nos cuidados" a prestar aos pacientes.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

D'Mais

Cuida de ti - três mitos do...

N'Agenda

"Eu toco porque há coisas que...