Info

Professores desfilam no Porto a 05 de outubro para exigir melhores condições laborais

Professores desfilam no Porto a 05 de outubro para exigir melhores condições laborais
| Política
Porto Canal com Lusa

A Fenprof está a organizar uma concentração e desfile de docentes no Porto para o Dia Mundial do Professor, a 05 de outubro, altura em que vão recordar as suas propostas para o próximo Orçamento do Estado.

Dentro de duas semanas, dirigentes, delegados e ativistas sindicais vão encontrar-se na Praça dos Leões às 14:30, desfilando até ao centro do Porto, onde planeiam “atapetar” a Avenida dos Aliados e a Praça da Liberdade com as suas principais propostas para o Orçamento do Estado para 2021.

Esta foi a forma escolhida pela Fenprof para celebrar o Dia Mundial do Professor, garantindo que o evento será feito com as “indispensáveis medidas de segurança sanitária”, nomeadamente o distanciamento físico, redução de pessoas presentes e utilização de máscara e gel desinfetante.

Os professores vão colocar no chão um “tapete” composto por 32 faixas, ao longo de mais de meio quilómetro, que irá lembrar algumas das preocupações dos docentes, que este ano foram agravadas pela pandemia de covid-19.

Para a Fenprof é preciso contrariar a tendência que se tem registado nos últimos anos de a profissão estar a perder professores e não estar a ganhar novos candidatos.

O envelhecimento da profissão docente só pode ser combatido se esta for uma profissão atrativa, considera a Fenprof, defendendo que é preciso melhorar as condições de trabalho e acabar com a precariedade em que vivem milhares de docentes.

O desfile marcado para 05 de outubro acontece poucos dias antes da apresentação da proposta de Orçamento do Estado à Assembleia da República, e por isso a Fenprof pede para que o diploma contemple medidas que valorizem a carreira docente, garanta a estabilidade do emprego e melhore as condições de aposentação.

+ notícias: Política

António Costa nega qualquer confinamento nos concelhos do Norte 

O Primeiro-ministro, António Costa, negou, quando questionado pelo Porto Canal, que "não está em causa nenhuma cerca sanitária nem nenhum confinamento obrigatório" em concelhos do Norte do país. Explica que "estão em causa medidas que visam conter a expansão da pandemia" que têm origem em contágios de origem social. 

TAP regista prejuízo de 606 milhões de euros. Concorrência dá 'luz verde' a controlo estatal da companhia

A Autoridade da Concorrência (AdC) deu 'luz verde' ao reforço do Estado na TAP, com a aquisição de 22,5% do capital da companhia, que se somam aos 50% já detidos pela Parpública, revela um aviso hoje publicado. Empresa regista um prejuízo de 606 milhões de euros no primeiro semestre.

Prospeção de lítio na Serra d'Arga depende de avaliação ambiental

O secretário de Estado Adjunto e da Energia disse hoje que a inclusão ou exclusão de Arga, no Alto Minho, no concurso para prospeção e pesquisa de lítio, está dependente da Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) que irá iniciar-se.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.