Info

Duna da praia de Afife "completamente limpa" após demolição de restaurante ilegal

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Viana do Castelo, 19 jun (Lusa) - A duna da praia de Afife, em Viana do Castelo, encontra-se "completamente limpa" e a demolição de um restaurante ali instalado ilegalmente foi já concluída, anunciou hoje a Administração da Região Hidrográfica do Norte (ARH-N).

"Um mês após o início da intervenção, feita em estreita colaboração com a Câmara Municipal de Viana do Castelo, que retirou do local centenas de metros cúbicos de entulho, o areal está agora disponível para acolher um novo equipamento de praia mais moderno e que cumpra o estabelecido no Plano de Ordenamento da Orla Costeira [POOC] Caminha-Espinho", acrescentou fonte da ARH-N.

O projeto de reabilitação para o local foi entretanto desenvolvido pela sociedade Polis Litoral Norte e prevê a criação de um apoio de praia em madeira, esplanada, balneários e sanitários públicos, além da construção de um posto de socorros e armazéns de apoio à praia.

"Está ainda previsto o arranjo urbanístico da área envolvente que contempla a criação de passadiços e de um parque estacionamento com capacidade para 200 lugares", explicou ainda a ARH-N.

Esta futura intervenção está orçada em mais de 700 mil euros e deverá arrancar no final da época balnear.

O empreendimento em causa, que ocupava uma área com 1.200 metros quadrados, tinha sido encerrado em 2009, por falta de licenciamento, e o proprietário chegou a ser notificado para proceder à "reabilitação" - que teria cerca de meio século de funcionamento e que chegou a ser salão de festas -, por ter sido construído e alargado numa zona de duna.

O administrador regional da ARH-N, Pimenta Machado, explicou à Lusa, aquando do início da demolição, a 07 de maio, que aquele restaurante "estava ilegal" e como a reabilitação prevista no âmbito do POOC nunca chegou a ser realizada pelo proprietário, entretanto falecido, aquela entidade "instruiu um procedimento de reposição da legalidade", avançando com esta intervenção.

"Foi preciso algum tempo, do ponto de vista administrativo, para termos condições para fazer esta demolição e devolver o espaço ao domínio público marítimo", explicou o responsável daquele departamento da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Após esta intervenção, que prevê ainda o recuo das estruturas existentes e a recuperação da duna, a ARH-N abrirá um concurso público para instalação de um novo equipamento de apoio de praia na mesma área, o acontecerá também, apenas, na próxima época balnear.

PYJ // MSP

Lusa/fim

+ notícias: Norte

Há 600 toxicodependentes a consumir droga nas ruas do Porto

Há cerca de 600 toxicodependentes a consumir droga nas ruas do Porto. O levantamento foi feito pela Administração Regional de Saúde do Norte. Na Viela do Anjo, no Centro Histórico, dezenas de pessoas consomem droga, às claras. As entidades que atuam no terreno reconhecem o fenómeno e dizem estar a preparar para breve uma resposta ao problema.

Pai agride professores e funcionários e leva centenas de pessoas a protestarem contra violência em Valença

Centenas de pessoas protestaram na manhã desta terça-feira, junto à EB2,3 de Valença, contra a violência, depois de um pai agredir dois funcionários e dois professores, ato que consideram de "violência gratuita".

Espeleólogos portugueses encontrados e a começar a sair de gruta em Espanha

Os quatro espeleólogos portugueses retidos desde sábado numa gruta no norte de Espanha já foram encontrados, estão bem, mas muito cansados, e estão a sair da gruta a pouco e pouco, segundo um elemento do grupo de socorro espanhol.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.