Info

Galeria Zé dos Bois programa ciclo no Teatro São Luiz em Lisboa

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 16 set 2020 (Lusa) -- O Teatro Municipal São Luiz, em Lisboa, acolhe, entre 29 de setembro e 02 de outubro, um ciclo que cruza artes visuais, música e 'performance', programado pela Galeria Zé dos Bois (ZDB).

Antecipando o 26.ª aniversário, a ZDB, associação cultural sem fins lucrativos, criada em 1994 e sediada no Bairro Alto, em Lisboa, propõe neste ciclo "uma programação nacional e, como habitualmente, desperta -- através da apresentação de um programa de 'performances', música e as suas intersecções com as artes visuais -- as curiosas ligações entre entidades que por vezes parecem antagónicas".

De acordo com a ZDB, em comunicado, "neste programa, novas particularidades sonoras e musicais são combinadas com 'performances' e propostas visuais desafiantes".

O ciclo arranca no dia 29 de setembro com "Peça do coração: EXCALIBUR", uma 'performance' da coreógrafa e bailarina Mariana Tengner Barros, que "projeta cruzamentos disciplinares em colaboração com o artista gráfico Mark Angelo e a equipa da A Bela Associação".

O processo de criação de "Peça do coração: EXCALIBUR", que terá apresentações às 18:00 e às 20:00, na Sala Mário Viegas, "teve origem no mapeamento das árvores mais antigas da área da grande Lisboa".

"Grande parte da pesquisa desenvolveu-se sob ações simbólicas resultantes do diálogo com a comunidade local, 'workshops' gratuitos, pequenas 'performances' e gravações de vídeo", refere a ZDB.

No dia 30 de setembro, às 21:00, a Sala Luís Miguel Cintra acolhe as atuações da cantora Luna Pena com o artista João Simões, "com largo trajeto por entre a instalação ou o vídeo", e do saxofonista Pedro Sousa.

No dia 01 de outubro, é a vez do coreógrafo e bailarino Dinis Machado apresentar, às 18:00 e às 20:00, na Sala Mário Viegas, "CONSUBSTANTIATION", definido pela ZDB como "um 'drag show' estranho".

"Deslocando-se de uma perspetiva de género e de identidade sexual binários, a 'performance' desenvolve-se a partir da criação de um imaginário de 'um espaço entre', tanto sexual como de género, e da sua personificação: um corpo humano que se aproxima de um género-objeto", lê-se no texto de apresentação da 'performance'.

Para o mesmo dia, está também agendado, às 21:00, na Sala Luís Miguel Cintra, a apresentação de "Superstar Desilusão", o álbum mais recente de Primeira Dama (Manuel Lourenço), que estará acompanhado pela banda Xita. Além de Primeira Dama, atua ainda o músico Alek Rein (Alexandre Rendeiro).

Para o último dia do ciclo, 02 de outubro, estão agendadas uma 'performance' e um concerto, ambos na Sala Luís Miguel Cintra, às 21:00.

Alice dos Reis e Odete apresentam "PORTAL", 'performance' que "combina som, texto, canto e instalação, na projeção de uma narrativa comum a partir de dois exoplanetas paralelos".

Já o 'rapper', músico e artista visual Tristany irá apresentar "Meia Riba Kalxa", álbum de estreia em nome próprio, que é "um abalo no 'rap tuga' como há muito não se ouvia".

JRS // MAG

Lusa/fim

+ notícias: País

O que esperar do primeiro inverno da pandemia do Covid-19?

As temperaturas descem e aumentam as preocupações com o que acontecerá com a pandemia. Estas são algumas das respostas a perguntas que o primeiro inverno covid-19 pode suscitar:

Portugal com mais nove mortos e 665 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais nove mortos relacionados com a covid-19 e 665 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Especialista diz que transportes públicos são "ponto nevrálgico" da transmissão de Covid-19

O infeciologista Jaime Nina defendeu hoje que é necessário quadruplicar a oferta dos transportes públicos para permitir a distância necessária entre os passageiros, considerando que são um "pontos nevrálgico" da transmissão da covid-19.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.