Info

Evacuada aldeia em Arcos de Valdevez devido a proximidade de fogo

| Norte
Porto Canal com Lusa

A aldeia de Cheda, em Tabaçô, Arcos de Valdevez, foi evacuada hoje cerca das 17:00 devido à proximidade de um incêndio que deflagrou cerca das 14:35, disse }a Lusa fonte da proteção civil.

De acordo com a mesma fonte, os habitantes foram retirados das habitações para um local seguro definido pela Junta de Freguesia, sendo que cerca das 19:00 as chamas foram dadas como dominadas.

A fonte adiantou "não haver registo de danos humanos e materiais".

Àquela hora combatiam o incêndio 54 operacionais e 13 viaturas, apoiadas pelo único meio aéreo sediado no Centro de Meios Aéreos de Arcos de Valdevez.

Em Monção, o incêndio que deflagrou cerca das 17:08 em Leiradelo, na União de Freguesias de Anhões e Luzio "lavra com bastante intensidade e próximo de habitações".

Segundo a fonte da proteção civil, "os habitantes de Leiradelo, que está integrada no programa Aldeia Segura/Pessoa Segura poderão vir a ser evacuados das suas casas".

Cerca das 19:00 combatiam este fogo 40 operacionais e 12 viaturas.

Em Viana do Castelo, "o incêndio que deflagrou cerca das 09:20 na freguesia de Vila Nova de Anha, e que já tinha sido dado como dominado, sofreu reativações intensas e lavra próximo de habitações".

Neste incêndio, cerca das 19:41, estavam envolvidos 57 operacionais, 19 viaturas e um meio aéreo.

A fonte da proteção civil disse que os incêndios de Viana do Castelo e Monção "são os que mais preocupam" e apontou "a rapidez com que os fogos estão a atingir dimensões de difícil combate e as várias ignições com intervalos de tempo muito curtos, que obrigam à dispersão dos meios disponíveis," como as principais dificuldades enfrentadas pelos bombeiros.

+ notícias: Norte

Lar do concelho de Vimioso regista 37 casos positivos de Covid-19

Vinte e oito utentes e nove funcionários do lar de Carção, Vimioso, tiveram resultados positivos para a covid-19 nos testes realizados após a doença ter sido detetada num idoso que morreu na sexta-feira, adiantou hoje o autarca local.

ARS-N admite saldar em breve dívida de 100 mil euros aos bombeiros do distrito do Porto

A Administração Regional de Saúde (ARS) Norte admitiu hoje à Lusa pagar nos próximos dias a dívida de 100 mil euros pelo transporte de doentes reclamada pela Federação dos Bombeiros do Distrito do Porto.

Associação acusa Proteção Civil de má gestão dos processos disciplinares de bombeiros

O presidente da Fénix - Associação Nacional de Bombeiros e Agentes da Proteção Civil (ANBAPC) disse hoje à Lusa que a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) é "inoperante" na gestão dos processos disciplinares aos soldados da paz.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.