Info

Misericórdia de Lousada encerra serviços após 19 utentes infetados por Covid-19

| Norte
Porto Canal com Lusa

A Santa Casa da Misericórdia de Lousada, distrito do Porto, suspendeu temporariamente todos os seus serviços, depois do registo de 19 casos de infeção pelo novo coronavírus na Unidade de Cuidados Continuados Integrados do hospital, sob a sua responsabilidade.

O fecho dos serviços, decidido em articulação com a saúde publica, é uma medida de precaução, referiu a Santa Casa, em comunicado.

Mantendo apenas os serviços mínimos necessários, a Santa Casa transferiu 10 doentes que testaram negativo para a covid-19 para a Instituição Rovisco Pais, unidade de tipologia de convalescença, em Coimbra.

Entretanto, foi desencadeado um processo de desinfeção e limpeza por equipa especializada e foram revistos os circuitos, sublinhou.

“Restruturámos e concluímos o piso 2 da nova ala do Hospital de Lousada para a criação de uma área covid-19. Foram criados todos os circuitos e implementados procedimentos que garantem o isolamento total da área covid-19 do restante hospital”, ressalvou.

De entre os 19 utentes infetados, 17 foram transferidos na noite de sexta-feira para a área covid-19, agora criada e com capacidade para 20 pessoas, e outros dois estão no hospital de referência por agravamento do seu estado de saúde.

Os doentes internados nesta área do Hospital de Lousada encontram-se estabilizados.

Além dos 19 utentes infetados, num universo de 29, a Misericórdia tem ainda seis dos 14 profissionais de saúde com covid-19, segundo informação dadas à Lusa na passada quinta-feira.

O surto iniciou-se na segunda-feira, depois de um funcionário da instituição ter testado positivo para a covid-19, contou à Lusa fonte da Administração Regional de Saúde do Norte.

+ notícias: Norte

Lar do concelho de Vimioso regista 37 casos positivos de Covid-19

Vinte e oito utentes e nove funcionários do lar de Carção, Vimioso, tiveram resultados positivos para a covid-19 nos testes realizados após a doença ter sido detetada num idoso que morreu na sexta-feira, adiantou hoje o autarca local.

ARS-N admite saldar em breve dívida de 100 mil euros aos bombeiros do distrito do Porto

A Administração Regional de Saúde (ARS) Norte admitiu hoje à Lusa pagar nos próximos dias a dívida de 100 mil euros pelo transporte de doentes reclamada pela Federação dos Bombeiros do Distrito do Porto.

Associação acusa Proteção Civil de má gestão dos processos disciplinares de bombeiros

O presidente da Fénix - Associação Nacional de Bombeiros e Agentes da Proteção Civil (ANBAPC) disse hoje à Lusa que a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) é "inoperante" na gestão dos processos disciplinares aos soldados da paz.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.