Info

Confap defende o ensino presencial total até ao 2º ciclo

| País
Porto Canal

Jorge Ascenção, da Confap, defendeu esta quinta-feira, em declarações ao Porto Canal, "o ensino que esperam que seja presencial, pelo menos até ao 2º ciclo" e indica que para a Confap "as escolas devem fazer tudo para que o ensino possa ser até ao final do ano presencial", para isso "a comunicação das autoridades de saúde tem de ser mais clara e inequívoca, porque o distanciamento nas condições e espaços que temos não é possível". Confrontado com a possibilidade de serem estabelecidos turnos nos horários dos alunos, Jorge Ascenção esclarece que "turno da manhã e da tarde para o 1º ciclo não faz sentido".

Jorge Ascenção deixa ainda o alerta de que relativamente às "crianças da educação especial nem pensar em colocá-las em casa", uma vez que se está "a fazer mal a essas crianças" porque "precisam de estar com os terapeutas e "sem a escola, sem o convívio, sem o seu desenvolvimento em sociedade, o impacto que terá e está a ter, nas crianças mais pequenas, é um impacto que não sentimos, mas é um impacto emocional e psicológico muito grande e que só se vai sentir mais tarde".

+ notícias: País

Portugal com mais 166 mortes e 10.947 casos de Covid-19, novos máximos diários

Portugal contabilizou hoje 166 mortes relacionadas com a covid-19 em 24 horas, e 10.947 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), dois novos recordes diários.

Doentes horas retidos nas macas em ambulâncias e já houve uma morte

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses denunciou hoje que há doentes transportados para os hospitais a passar "horas nas macas das ambulâncias", tendo sido já registada a morte de um paciente dentro da ambulância sem entrar na unidade hospitalar.

Doentes horas retidos nas macas em ambulâncias e já houve uma morte

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses denunciou hoje que há doentes transportados para os hospitais a passar "horas nas macas das ambulâncias", tendo sido já registada a morte de um paciente dentro da ambulância sem entrar na unidade hospitalar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.