ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Covid-19: EUA com 1.181 mortos e mais de 61 mil casos nas últimas 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Washington, 02 ago 2020 (Lusa) - Os Estados Unidos registaram 1.181 mortos e 61.270 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Os últimos números elevam o total de mortes para 154.319 e o de casos confirmados para 4.611.517.

O balanço realizado às 20:00 de sábado (01:00 de hoje em Lisboa) pela agência de notícias Efe confirmou ainda que apesar de Nova Iorque não ser mais o estado com o maior número de infeções, ainda é a mais atingido em termos de mortes nos Estados Unidos, com 32.694, mais do que França ou Espanha.

Somente na cidade de Nova Iorque morreram 23.536 pessoas.

O saldo provisório de mortes já excedeu em muito as mais baixas estimativas da Casa Branca.

Trump estava confiante de que o número final seria entre 50 mil e 60 mil mortes, embora mais tarde tenha subido a estimativa para 110 óbitos, um número que também foi excedido.

Já o Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde da Universidade de Washington, cujos modelos de previsão da evolução da pandemia têm servido de base para os cálculos feitos a partir da Casa Branca, indica atualmente que os Estados Unidos vão chegar às eleições presidenciais de 03 de novembro atingir os 230 mil.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 680 mil mortos e infetou mais de 17,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias FRance-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

JMC // JMC

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Covid-19: Vacina russa entra em circulação em 01 de janeiro de 2021

Moscovo, 11 ago 2020 (Lusa) - A primeira vacina a covid-19 registada no mundo, anunciada hoje pelo Presidente russo, Vladimir Putin, vai entrar em circulação em 01 de janeiro de 2021, segundo o Ministério da Saúde da Rússia.

Covid-19: Putin diz que Rússia já registou vacina e que a filha foi inoculada. Vacina não completou a Fase 3

A Rússia tornou-se hoje o primeiro país do mundo a registar uma vacina contra o novo coronavírus, anunciou o presidente russo, Vladimir Putin, acrescentando que uma das suas filhas já foi inoculada. 

Acidente com avião da Air Índia Express causa 14 mortos e 123 feridos

Pelo menos 14 pessoas morreram e 123 ficaram feridas, 20 delas com gravidade, depois de um avião da Air Índia Express ter saído da pista após aterrar no meio de chuva torrencial num aeroporto no sul da Índia, indicou a polícia.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.