ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Mulher suspeita de matar a mãe em Vila Nova de Gaia entrega-se às autoridades

Mulher suspeita de matar a mãe em Vila Nova de Gaia entrega-se às autoridades
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) deteve uma mulher, de 48 anos, suspeita de matar a mãe, em 14 de julho deste ano, em Vila Nova de Gaia, depois de a arguida se entregar às autoridades, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a Diretoria do Norte da PJ diz que o crime terá ocorrido na tarde de 14 de julho, "na sequência de mais uma discussão entre a arguida e a sua mãe", acrescentando que a filha tinha regressado à casa da progenitora, no concelho de Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, em março deste ano.

"O relacionamento entre mãe e filha sempre foi marcado por conflitos, sendo que em data prévia ao homicídio, a arguida terá causado a queda daquela, cuja locomoção ficou limitada desde então. Naquela tarde [de 14 de julho], após nova discussão, terá acabado por asfixiar a progenitora", explica a PJ.

Desde o dia dos factos, refere ainda o comunicado, a arguida "pernoitou em vários hotéis e pensões, efetuando levantamentos e pagamentos com os cartões bancários da sua mãe, até que no dia de ontem [quinta-feira] se apresentou às autoridades".

A detida está indiciada pelo crime de homicídio qualificado, encontrava-se desempregada e tinha antecedentes criminais por ofensas à integridade física e peculato (crime que consiste no desvio ou no roubo de dinheiros públicos).

A arguida vai ser presente a primeiro interrogatório judicial a um juiz de instrução criminal para aplicação das medidas de coação.

+ notícias: Norte

GNR registou 800 incêndios até domingo nos quatro concelhos mais afetados do distrito Porto

O comando territorial do Porto da GNR informou hoje ter registado, desde 01 de janeiro, cerca de 800 ocorrências de incêndio nos concelhos de Paredes, Felgueiras, Valongo e Santo Tirso, os mais afetados no distrito do Porto.

Homem de 40 anos detido em flagrante por violência doméstica em Melgaço

 

Um homem de 40 anos foi detido pela GNR, esta terça-feira, em flagrante por violência doméstica, no concelho de Melgaço, apurou o Porto Canal junto das autoridades.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.