ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Covid-19: Governo são-tomense define saúde como prioridade no orçamento retificativo para 2020

| Mundo
Porto Canal com Lusa

São Tomé, 06 jul 2020 (Lusa) - O Governo são-tomense entregou hoje ao parlamento o projeto de orçamento retificativo de 2020, avaliado em 130 milhões de euros, definindo como "prioridade máxima" o setor da saúde, devido ao combate à covid-19.

"Houve um aumento significativo nas despesas correntes com a saúde, pois quisemos dar prioridade máxima à saúde, defesa e bombeiros, os primeiros que estão na linha da frente no combate à covid-19", disse o ministro do Planeamento, Finanças e Economia Azul, Osvaldo Vaz, depois de entregar o Orçamento Geral de Estado (OGE) retificativo ao presidente da Assembleia Nacional, Delfim Neves.

O orçamento retificativo, entregue hoje para discussão e eventual aprovação na Assembleia Nacional, contém uma redução de 7,2 por cento do valor global do OGE deste ano, alterado devido às despesas para fazer face a pandemia da Covid-19.

Nas áreas mais afetadas pelos cortes orçamentais, constam principalmente as despesas de investimentos.

"Várias despesas de investimento que estavam estimadas, algumas nós reduzimos, outras nós excluímos, porque temos praticamente a certeza de que, para este ano, já não será possível receber financiamento de algumas dos nossos parceiros bilaterais", explicou o ministro.

A redução nas despesas de investimento abrange também os fundos internos: "Já estamos a seis meses do final do ano e vimos a necessidade de fazermos reajuste nesses programas de investimento", justificou.

Osvaldo Vaz disse ainda que "consta neste orçamento" a proposta de utilização dos 17 milhões de dólares (15 milhões de euros) do Fundo Soberano do Kuwait para a construção de um hospital de referência em São Tomé e Príncipe.

Ainda não é conhecida a data para a discussão do documento na plenária, mas o governante mostrou-se confiante na aprovação do Orçamento retificativo pelo parlamento, apesar da ameaça de moção de censura contra o Governo feito pela oposição.

No dia 30 de junho, o partido são-tomense Ação Democrática Independente (ADI), único na oposição, com 25 assentos parlamentares, anunciou que vai introduzir uma moção de censura contra o Governo de Jorge Bom Jesus, que acusa de "malabarista" e de "conluio com o presidente do parlamento".

"No quadro regimental, nós chamaremos o senhor primeiro-ministro através da apresentação de uma moção de censura", anunciou o líder da bancada do principal partido da oposição, Abenildo de Oliveira durante uma sessão plenária destinada a avaliar a aplicação do estado de emergência, decretado pelo Presidente da República em virtude da pandemia de covid-19.

"Nós, ao darmos entrada na Assembleia Nacional com a proposta de orçamento, é porque admitimos que ela vai ser aprovada. Acima de tudo está o país e este é um orçamento de São Tomé e Príncipe", referiu Osvaldo Vaz.

São Tomé e Príncipe registou, até ao momento, 719 casos de infeção e 13 mortos devido ao novo coronavírus, que causa a covid-19.

MYB // JH

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Acidente com avião da Air Índia Express causa 14 mortos e 123 feridos

Pelo menos 14 pessoas morreram e 123 ficaram feridas, 20 delas com gravidade, depois de um avião da Air Índia Express ter saído da pista após aterrar no meio de chuva torrencial num aeroporto no sul da Índia, indicou a polícia.

Acidente durante aterragem de avião com 191 passageiros na Índia provoca dois mortos

Um avião com 191 passageiros a bordo despenhou-se durante a aterragem no Aeroporto Internacional de Calecute, na Índia, relata a imprensa internacional. O acidente ocorreu durante fortes chuvas provocando 35 feridos e dois mortos foram confirmados até ao momento, depois da aeronave ter incendiado e partido ao meio.

(em atualização)

Número indeterminado de mortos e feridos nas explosões em Beirute

Duas fortes explosões sucessivas sacudiram Beirute hoje, causando número ainda indeterminado de mortos e feridos, semeando o pânico e causando um enorme cogumelo de fumo no céu da capital libanesa, disseram as autoridades.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.