ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

PS vai dar contributo ativo para uma relação harmoniosa institucional - Costa

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 04 jul 2020 (Lusa) - O secretário-geral do PS considerou hoje que a "grave crise" que o país enfrenta exige que o seu partido dê um "contributo ativo" para que haja uma relação harmoniosa entre os diferentes órgãos de soberania.

Esta posição foi defendida por António Costa perante a Comissão Nacional do PS, num discurso em que não abordou a questão do seu partido em relação às próximas eleições presidenciais.

"Combater a covid-19 não é só combater no terreno da saúde, da prevenção da doença e do controlo da pandemia, mas combater também as consequências económicas e sociais. Para isso, o PS tem de estar bem ciente da sua responsabilidade e do contributo ativo que tem de dar para a estabilidade do país", declarou.

Neste contexto, o líder socialista defende a tese de que o PS "deve contribuir sempre para a relação harmoniosa entre os diferentes órgãos de soberania, procurando também mobilizar os parceiros sociais sobre a reconstrução do país e entre os diferentes agentes políticos".

"Estamos bem cientes da enorme responsabilidade que temos, não vale a pena dizermos que bom que era se não tivesse havido a pandemia da covid-19. Claro que ninguém desejava, mas, como dizia [o secretário-geral das Nações Unidas] António Guterres, é vida, ela está aí", comentou.

Depois, o líder do PS deixou aviso sobre as consequências de uma eventual crise política.

"Ninguém em Portugal, nenhum português poderia alguma vez compreender que, perante a crise que se está a viver, com a sua dimensão e consequências na vida das pessoas e das empresas, alguém pudesse pôr-se com jogos políticos em vez de se centrar no essencial. Se alguns acham que temos de voltar a novembro de 2015, pois cá estamos nós para recomeçar de novo para levar o país para a frente. É com esse espírito que temos de estar na vida política", acrescentou.

PMF // MLM

Lusa/Fim

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.