ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

PAN quer saber se há intenção política de reativar aterro de Santo Tirso

PAN quer saber se há intenção política de reativar aterro de Santo Tirso
| Política
Porto Canal com Lusa

Pessoas-Animais-Natureza quer que o Governo esclareça se “há intenção política de reativar o aterro de Santo Tirso” e se existe alguma “relação com o novo aterro da Trofa", afirmando existirem contradições na informação veiculada, foi hoje anunciado.

Na comunicação enviada ao ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, o partido quer ver esclarecidas as "informações contraditórias por parte da Câmara Municipal da Trofa e a empresa de gestão de resíduos Resinorte".

"No seguimento das notícias veiculadas sobre a construção de um novo aterro em Covelas (Trofa) pela empresa Resinorte, surgiram posições e testemunhos contraditórios sobre a extensão do mesmo ao aterro sanitário de Santa Cristina do Couto, em Santo Tirso, encerrado desde 2016 por ter atingido o limite de capacidade de deposição", refere o documento.

O PAN pretende que o Governo "venha proceder a um cabal esclarecimento, de forma a que fique claro para as populações saber se há ou não a intenção política de reativar o aterro de Santo Tirso e se há relação com o novo aterro da Trofa", exigiu Bebiana Cunha, deputada na Assembleia da República, eleita pelo círculo do Porto.

O PAN cita o autarca da Trofa, Sérgio Humberto, que disse à Lusa que "a freguesia de Covelas, naquele município, iria receber a extensão do aterro sanitário que será reativado em Santo Tirso, recebendo a autarquia dois milhões de euros de indemnização".

Nessas declarações, o autarca acrescentou que o aterro "vai funcionar dos dois lados [Santo Tirso e Trofa], pois assim será aproveitada a estrutura do lado de Santo Tirso, designadamente do tratamento dos lixiviados".

A deputada do PAN recorda também a posição assumida pela Resinorte, que "não só nega a versão divulgada pelo autarca da Trofa", como dá inclusivamente nota de que o aterro de Santo Tirso "tem já um projeto aprovado pelas autoridades competentes para a sua selagem definitiva e subsequente integração paisagística, que se efetivará também a breve prazo".

Para o PAN, é "igualmente importante que sejam conhecidos os resultados da monitorização ambiental das células já encerradas, qual a área a ser ocupada pelas novas células a construir e que tipo de tratamento vai ser utilizado no tratamento de águas lixiviantes, já para não falar das conclusões do estudo de impacte ambiental".

Em declarações no sábado, em Vila Nova de Gaia, Matos Fernandes remeteu para a autarquia da Trofa a responsabilidade sobre o licenciamento do projetado aterro para Covelas.

"Uma autoridade administrativa, seja ela qual for, tem competências. Logo, não passa a bola a ninguém. Há aqui de facto um posicionamento inicial por parte da Câmara da Trofa, que é quem licencia o aterro, que era a favor. Depois passou a ser contra. Essa questão [do licenciamento] tem de colocar ao presidente da Câmara da Trofa. O ministro do Ambiente não autoriza, nem deixa de autorizar".

+ notícias: Política

Parlamento aprova projeto lei do PSD que altera financiamento eleitoral dos partidos

O Parlamento aprovou na generalidade um diploma do PSD que altera o financiamento eleitoral dos partidos. PAN e Iniciativa Liberal foram os únicos a votar contra.

Ministro do Ambiente prometo plano para o aterro de Valongo que "cause muito menos incómodo"

O Ministro do Ambiente diz que a última investigação ao aterro de Valongo levantou "preocupações". O município já pediu a proibição imediata do depósito de amianto nos terrenos. Matos Fernandes promete respostas nos próximos dias.

Conselho de Obras Públicas dá prioridade à ligação ferroviária Lisboa-Porto que deve avançar com brevidade

O Conselho Superior de Obras Públicas deu prioridade à ligação ferroviária Lisboa-Porto. É recomendada assim  a construção da linha com maior brevidade possível. O parecer alerta o Governo para a necessidade de se fazer um Plano Ferroviário Nacional.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.