ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Bruno Lage deixa comando técnico do Benfica

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 29 jun 2020 (Lusa) -- O treinador Bruno Lage deixou hoje o comando técnico do Benfica, após quase um ano e meio no cargo, em que se sagrou campeão nacional de futebol na época passada, disse à Lusa fonte do clube.

Lage, de 44 anos, que levou o Benfica à conquista do título nacional de 2018/19, perdeu hoje na visita ao Marítimo, por 2-0, em jogo da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol e deixa a equipa no segundo lugar, a três pontos do FC Porto, que tem menos um jogo.

O treinador Bruno Lage colocou o seu lugar à disposição após o jogo na Madeira.

"O nosso treinador Bruno Lage, quando acabou o jogo, dirigiu-se a mim com grande elevação, e disse: 'presidente, tem o meu lugar à sua disposição, porque entendo que neste momento as coisas não estão boas para o Benfica (...) A partir de amanhã (terça-feira) não serei treinador do Benfica", disse Luís Filipe Vieira, na sala de imprensa dos insulares.

A mesma fonte explicou que o presidente Luís Filipe Vieira entendeu as razões apresentadas pelo treinador ao colocar o seu lugar à disposição.

O treinador natural de Setúbal, que também conquistou a Supertaça Cândido Oliveira, tinha contrato com os 'encarnados' até 30 de junho de 2023.

PFO/JP // AJO

Lusa/Fim

+ notícias: Desporto

Portugal derrotou a França e tornou-se campeão europeu há quatro anos

Há quatro anos Portugal conseguiu o primeiro grande título europeu de futebol por seleções. Ainda na primeira parte Cristiano Ronaldo saiu em lágrimas da final de Paris que teve em Éder um herói improvável.

FC Porto a um ponto de ser campeão leva Eduardo Cabrita e Rui Moreira a pedirem cautela nos eventuais festejos

O FC Porto está a um ponto do título e a festa pode fazer-se já na próxima terça-feira. O autarca do Porto e o Ministro da Administração Interna pedem cautela aos adeptos nos eventuais festejos.

Fernando Gomes reeleito para terceiro e último mandato na FPF

Fernando Gomes foi reeleito hoje presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), até 2024, na Assembleia-Geral eleitoral do organismo, à qual concorreu sem oposição para um terceiro e último mandato.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.