Info

Irão: Reservas de urânio enriquecido quase oito vezes acima do permitido - AIEA

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Viena, 05 jun 2020 (Lusa) -- O Irão continuou a aumentar as suas reservas de urânio enriquecido que estão quase oito vezes acima do limite permitido pelo acordo nuclear com as grandes potências, indicou hoje a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA).

A agência da ONU, que fiscaliza a aplicação dos compromissos nucleares do acordo concluído em Viena em 2015, informou os seus membros que as reservas iranianas de urânio fracamente enriquecido ascendiam a 1,73 toneladas a 20 de maio, quando a 19 de fevereiro eram de 1,1 toneladas.

O acordo nuclear apenas permite que Teerão tenha reservas de 202,8 quilogramas.

A AIEA informou também que o Irão continuou a enriquecer urânio a 4,5%, apesar de o acordo estabelecer o limite de 3,67%.

A República Islâmica assinou o pacto - que previa limites ao seu programa nuclear em troca do levantamento de sanções internacionais -- com os cinco membros do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, Reino Unido, França, Rússia e China) e a Alemanha.

Washington abandonou o acordo unilateralmente em 2018 e restabeleceu sanções que tem vindo a reforçar.

Um ano depois da saída dos Estados Unidos do pacto, o Irão anunciou que iria deixar de cumprir alguns dos compromissos assumidos no âmbito do mesmo.

Teerão dizia pretender desse modo pressionar os restantes signatários do acordo a compensarem as perdas do país devido às sanções restabelecidas com a saída de Washington.

No relatório, a AIEA manifesta ainda "grande preocupação" por o Irão continuar a recusar o acesso dos seus inspetores a dois locais, sobre os quais a agência se interroga em relação à existência no passado de material e atividades nucleares não declaradas, sem ligação comprovada ao atual programa de Teerão.

 

PAL // ANP

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Covid-19: China aprova vacina para uso exclusivo dos militares

A China aprovou esta segunda-feira uma vacina contra o novo coronavírus, para uso interno no Exército de Libertação Popular, as forças armadas do país, após resultados positivos nos ensaios clínicos.

Covid-19: Governo são-tomense define saúde como prioridade no orçamento retificativo para 2020

São Tomé, 06 jul 2020 (Lusa) - O Governo são-tomense entregou hoje ao parlamento o projeto de orçamento retificativo de 2020, avaliado em 130 milhões de euros, definindo como "prioridade máxima" o setor da saúde, devido ao combate à covid-19.

Covid-19: Brasil começa a testar vacina chinesa da Sinovac este mês

São Paulo, 06 jul 2020 (Lusa) -- Uma potencial vacina contra a covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, batizada de CoronaVac, vai começar a ser testada no Brasil em 20 de julho, anunciou hoje o governador do estado de São Paulo, João Doria.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.