Info

Dois homens encapuzados assaltam idosa no Porto e sequestram empregada

Dois homens encapuzados assaltam idosa no Porto e sequestram empregada
| Norte
Porto Canal com Lusa

Dois indivíduos encapuzados, fazendo uso da empregada da limpeza, entraram hoje na casa de uma idosa na zona da Foz, no Porto, para realizar um furto, revelou à Lusa fonte da PSP.

O incidente ocorreu pelas 12:45, na Rua Álvaro Gomes, tendo “os assaltantes furtado várias peças, entre elas algumas em ouro”, após o que sequestraram a empregada, abandonando-a em Gondomar, junto ao posto da GNR, acrescentou a fonte.

De seguida, a funcionária apresentou queixa à GNR que a fez seguir para a PSP, dada a área de circunscrição em que ocorreu o crime, que acorreu ao local para tomar conta da ocorrência, mencionou ainda a fonte

A investigação passou para a alçada da Polícia Judiciária.

+ notícias: Norte

Bragança e Vila Real entre nove distritos em alerta especial laranja nas próximas 72 horas

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) decretou esta segunda-feira a passagem de nove distritos, maioritariamente no interior, entre eles o de Bragança e Vila Real, ao estado de alerta especial laranja nas próximas 72 horas devido a risco de incêndio rural muito elevado ou máximo.

Aprovado programa de consumo vigiado de droga no Porto

A Câmara do Porto aprovou esta segunda-feira o Programa para Consumo Vigiado que pressupõe, numa primeira fase, como projeto-piloto, a disponibilização de uma unidade amovível, a ser complementado, numa segunda fase, por um espaço móvel com um veículo adaptado.

Valongo pede ao Governo "imediata proibição" de amianto no aterro em Sobrado

A Câmara de Valongo solicitou hoje ao ministro do Ambiente a "imediata proibição de receção de amianto no aterro da Recivalongo", sob pena de "legitimar a deposição" daquele resíduo num local "na iminência de ser encerrado" pelo tribunal.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.