Info

Covid-19: Município de Pampilhosa da Serra cria canal 'online' dedicado à atualidade local

| País
Porto Canal com Lusa

Pampilhosa da Serra, Coimbra, 23 mai 2020 (Lusa) - O município de Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, criou um canal 'online' dedicado "à atualidade e à alma do concelho", foi hoje anunciado.

"Foi ontem [sexta-feira] publicada, nos canais digitais da Câmara Municipal, a primeira emissão 'online' do CCN Jornal, um espaço de informação semanal, dedicado à atualidade e à alma do concelho de Pampilhosa da Serra", refere a autarquia em comunicado hoje enviado à agência Lusa.

A autarquia explica que numa altura em que a comunicação "se assume como um poderoso meio de combate" à pandemia causada pela covid-19, a criação do canal 'online' "CCN - Centro de Comunicação da Natureza" contribuirá "para que todos estejam ainda mais unidos e esclarecidos".

Na entrevista que marcou o arranque do canal, José Brito, presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, referiu que o projeto surge no âmbito do que considera ser uma "obrigação" da autarquia para "dar a conhecer, cada vez mais, aquilo que se passa no município e no concelho".

Segundo o autarca, o município que lidera tem feito, ao longo dos últimos anos, "uma aposta muito grande na comunicação", o que fez com que muitas das iniciativas e atrativos do território fossem cada vez mais conhecidos".

Relativamente ao que os residentes e todos os interessados poderão acompanhar no canal, José Brito, adiantou que no mesmo será dado a conhecer "tudo o que vai acontecendo no município", de uma forma "mais frequente e acessível", como as iniciativas e as principais decisões que são tomadas.

"Para além de áreas como a saúde, o desporto, a cultura, o desenvolvimento, o turismo ou a educação, o CCN pretende também estabelecer um forte elo de ligação emocional com os Pampilhosenses", lê-se no comunicado da autarquia.

A fonte refere ainda que "recuperar memórias e valorizar a identidade e as gentes do território é também um dos principais desígnios do projeto".

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 338 mil mortos e infetou mais de 5,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,9 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.302 pessoas das 30.471 confirmadas como infetadas, e há 7.705 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

ASR // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Covid-19: Portugal com 1.330 mortos e 30.788 infetados

Portugal regista hoje 1.330 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 30.788 infetados, mais 165, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Covid-19: Um em cinco doentes permanece internado por razões sociais

Cerca um em cada cinco doentes internados com covid-19 permanece no hospital por razões sociais, tendo a maioria mais de 70 anos, segundo dados divulgados hoje pela Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares (APAH).

Mais de 1.500 camas dos hospitais do SNS ocupadas com casos sociais

Mais de 1.500 camas dos hospitais públicos são ocupadas por pessoas que já tiveram alta, mas que se mantém internadas por falta de resposta extra-hospitalar, correspondendo a 8,7% dos internamentos, revelam dados da Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares (APAH).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.