Info

Escritora J.K. Rowling rejeita ligação de universo Harry Potter à Livraria Lello

Escritora J.K. Rowling rejeita ligação de universo Harry Potter à Livraria Lello
| Norte
Porto Canal com Lusa

A escritora J. K. Rowling, autora da saga de Harry Potter, afirmou hoje desconhecer a Livraria Lello, no Porto, esclarecendo, ao fim de anos, a dúvida sobre se este espaço teria servido de inspiração para Hogwarts.

Numa mensagem publicada pela autora no Twitter, em que respondia a questões que lhe eram colocadas por fãs da série, pode ler-se: “Eu nunca visitei esta livraria no Porto. Nunca soube sequer da sua existência! É linda e gostaria de a ter visitado, mas não tem nada a ver com Hogwarts!”.

Este foi um dos exemplos citados por J.K. Rowling de lugares a que frequentemente é atribuída a inspiração da autora para criar a famosa personagem do feiticeiro Harry Potter e de todo o seu universo, como é o caso da escola de Hogwarts.

O assunto começou quando um leitor interpelou a escritora pedindo-lhe para dizer “a verdade sobre o local de nascimento de Harry Potter”, referindo-se a um café em Edimburgo, Elephant House, que é tido como o sítio onde J.K. Rowling começou a escrever a saga.

A escritora respondeu: “Estava a pensar em criar no meu ‘website’ uma secção sobre todas as alegadas inspirações e locais de nascimento de Potter. Já escrevia Potter há vários anos antes de alguma vez pôr os pés neste café, por isso não é o local de nascimento”.

É então que acrescenta o caso da livraria Lello, para dar outro exemplo semelhante.

A alegada inspiração da livraria do Porto para a criação da biblioteca ou das escadarias de Hogwarts foi publicitada ao longo dos anos, até pela própria livraria, que no seu ‘site’ escreve que a escritora, que viveu no Porto nos anos 1990, “se terá inspirado na arquitetura da Livraria Lello – local que frequentou, nessa altura, de forma assídua – para escrever a saga de Harry Potter”.

+ notícias: Norte

Covid-19: Tribunal de São João Novo, no Porto, sem condições para realizar julgamentos coletivos

O Tribunal de São João Novo, no Porto, não apresenta condições para a realização de julgamento presenciais coletivos, indicou esta segunda-feira Manuel Soares, Presidente da Associação Sindical de Juízes Portugueses ao Porto Canal.

Covid-19: Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável devido à pandemia covid-19 a pagar a renda com um apoio financeira até 100 euros mensais, informou hoje o presidente, Hernâni Dias.

Covid-19: Nadadores Salvadores temem que época balnear esteja em risco devido à falta de formação

O início da época balnear aproxima-se e não há nadadores salvadores suficientes. As associações do setor dizem ainda que as regras impostas este ano para travar a propagação do vírus levantam vários constrangimentos em relação às operações de socorro.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.