Info

Pena máxima para condutor por atropelamentos deliberados que fizeram dois mortos

| Norte
Porto Canal com Lusa

Penafiel, Porto, 19 mai 2020 (Lusa) - O Tribunal de Penafiel condenou um condutor de Paredes a 25 anos de prisão por atropelar deliberadamente cinco pessoas, matando duas delas, na sequência de desentendimentos durante um convívio numa coletividade, informou hoje a Procuradoria do Porto.

Os factos em julgamento remontam a 23 de fevereiro de 2019, ocasião em que, segundo o tribunal, o arguido participava num convívio de angariação na sede do Motoclube de Rebordosa, em Paredes, no distrito do Porto, e se desentendeu com outros convivas, chegando a agredir dois deles.

Já no exterior, o arguido disse que iria resolver o assunto "à sua maneira", posto o que se dirigiu ao seu automóvel, pô-lo em marcha e, "em grande velocidade, dirigiu-o em direção às pessoas que se encontravam nas proximidades da sede do referido motoclube, colhendo cinco, duas das quais vieram a morrer", relata a Procuradoria, citando o veredicto do tribunal de Penafiel, proferido na tarde de segunda-feira.

Ficou ainda provado que o homem abandonou o local, "fazendo seguir o veículo que tripulava em contramão e embatendo em vários veículos no seu percurso".

A condenação do arguido a 25 anos de prisão, pena máxima permitia em Portugal, é o somatório de penas parcelares pela prática de dois crimes de ofensa à integridade física, dois de homicídio qualificado consumados e três na forma tentada, quatro de dano e um de condução perigosa de veículo rodoviário, indica a Procuradoria numa nota na sua página de Internet.

O tribunal condenou ainda o arguido à pena acessória de proibição de conduzir veículos com motor pelo período de dois anos e nove meses.

JGJ // JAP

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Covid-19: Tribunal de São João Novo, no Porto, sem condições para realizar julgamentos coletivos

O Tribunal de São João Novo, no Porto, não apresenta condições para a realização de julgamento presenciais coletivos, indicou esta segunda-feira Manuel Soares, Presidente da Associação Sindical de Juízes Portugueses ao Porto Canal.

Covid-19: Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável devido à pandemia covid-19 a pagar a renda com um apoio financeira até 100 euros mensais, informou hoje o presidente, Hernâni Dias.

Covid-19: Nadadores Salvadores temem que época balnear esteja em risco devido à falta de formação

O início da época balnear aproxima-se e não há nadadores salvadores suficientes. As associações do setor dizem ainda que as regras impostas este ano para travar a propagação do vírus levantam vários constrangimentos em relação às operações de socorro.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.