Info

Iluminação pública com tecnologia de LED inteligente testada em Aveiro

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Aveiro, 02 abr (Lusa) - Um sistema de iluminação pública inteligente, com lâmpadas LED que acendem apenas quando há movimento, permitindo poupar até 80%, está a ser testado em Aveiro, em Bordéus (França) e em Riga (Letónia).

Em Aveiro, disse hoje fonte universitária, o sistema está a ser testado na ponte pedonal do Crasto, no Campus da Universidade de Aveiro, onde foi instalado um sistema de iluminação progressiva, sensível à passagem dos utilizadores.

A solução, "energeticamente eficiente" está a ser testada em cenários reais do "dia-a-dia" e validada durante um ano em três instalações pilotos, cada uma com 30 a 50 luminárias em rede. Além da ponte do Crasto, em Aveiro, está também em teste a iluminação de uma rua citadina de Bordéus, em França, e uma área na Universidade Técnica de Riga, na Letónia.

Os testes estão a ser feitos no âmbito do projeto "LITES" que reúne um consórcio de quatro parceiros académicos: Universidades de Aveiro (Portugal), Técnica de Riga (Letónia), Toulouse (França) e Politécnico de Torino (Itália).

O consórcio é ainda participado pelo município de Bordéus e por um parceiro industrial do setor da iluminação, a ThornLighting, empresa subsidiária do grupo Zumtobel.

A solução proposta apresenta um sistema de iluminação pública inteligente recorrendo a dispositivos de estado sólido, nomeadamente Díodos Emissores de Luz (LED, do inglês "Light Emitting Diode"), de forma a reduzir o consumo energético.

A inovação do projeto inteligente é o controlo integrado do escurecimento da luz para garantir uma queda significativa do consumo de energia, respeitando integralmente as normas europeias de segurança que regem a categoria dos locais públicos a iluminar.

O elemento central da solução reside no escurecimento ativo e dinâmico da luz em função das condições ambiente, através de um conjunto de sensores embutidos que mede luz ambiente, temperatura, corrente e deteta movimento.

Os dados de saída dos sensores são processados pela inteligência integrada permitindo uma melhor regulação dos níveis de luz.

MSO // JGJ

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Construção nas Fontainhas do Porto gera onda de contestação entre os moradores

Uma nova construção está a gerar polémica nas Fontainhas, no Porto. Os moradores já pediram embargo da obra que tapa as vistas para o Douro. A Câmara do Porto diz não ver desconformidades no projeto.

Despoluição e requalificação do Rio Tinto finalizada com investimento de 10 milhões de euros

O problema de poluição do Rio Tinto, que existia há várias décadas, está resolvido. Foram investidos perto de 10 milhões de euros para a despoluição e requalificação da área envolvente.

Funcionária da Câmara Municipal de Barcelos denuncia falta de condições de trabalho por laboral ao lado de casa de banho

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga "obrigou" a Câmara de Barcelos a recolocar no seu posto de trabalho original uma funcionária que tinha sido transferida para outro local, sem condições dignas e sem funções atribuídas. A mulher foi posta a trabalhar junto a uma casa de banho masculina.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.