Info

Covid-19: Ministra pede "esforço redobrado" a instituições para retirar pressão nos hospitais

Covid-19: Ministra pede "esforço redobrado" a instituições para retirar pressão nos hospitais
| País
Porto Canal com Lusa

A ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu hoje uma crescente pressão nos hospitais por causa da covid-19, apelando a um "esforço redobrado" de lares e unidades de cuidados continuados para acolher quem já não necessite de cuidados hospitalares.

Na conferência de imprensa diária na Direção-geral de Saúde, Marta Temido apelou a que só estejam em internamento hospitalar "aqueles que efetivamente precisem de estar", para que sejam geridas de "forma eficiente" as capacidades de internamento hospitalar.

"Neste momento, é necessário fazer um apelo redobrado ao esforço de articulação de toda a estrutura social para que os hospitais sejam reservados para os casos graves e estados críticos", sublinhou.

Marta Temido defendeu igualmente a necessidade de se "prevenir bloqueios" à admissão de utentes noutras estruturas como lares e unidades de cuidados continuados.

Portugal regista hoje 295 mortes associadas à covid-19, mais 29 do que no sábado, e 11.278 infetados (mais 754), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Das 11.278 pessoas infetadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), a grande maioria (9.927) está a recuperar em casa, 1.084 (mais nove, +0,8%) estão internadas, 267 (mais 16, +6,4%) dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos. 

+ notícias: País

Covid-19: Portugal com 1.447 (+11) mortos e 33.261 (+366) infetados

Portugal regista hoje 1.447 mortes relacionadas com a covid-19, mais 11 do que na terça-feira, e 33.261 infetados, mais 366, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Vacinas administradas em maio caíram mais de 40%

O número de vacinas administradas em maio caiu mais de 40% em comparação com o mesmo mês de 2019, fixando-se em 300.693, segundo os dados do Portal do SNS.

Covid-19: Militares "ofereceram" mais de 6.100 camas e fizeram 151 mil litros de gel

As Forças Armadas mantêm no terreno grande parte do seu dispositivo para ajudar no combate à pandemia de covid-19, com mais de 6.100 camas, e já produziram 151 mil litros de álcool gel, informou o Governo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.