Info

Covid-19: Açores registam primeira cadeia de transmissão secundária

| País
Porto Canal com Lusa

Angra do Heroísmo, Açores, 02 abr 2020 (Lusa) -- A Autoridade de Saúde Regional dos Açores revelou hoje que foi detetada uma cadeia de transmissão secundária de covid-19 na ilha de São Miguel, o que motivou a criação de cercas sanitárias em todos os concelhos da ilha.

"Já detetámos efetivamente anteriormente duas cadeias de transmissão primárias no concelho da Povoação, uma delas já detetámos que, entretanto, passou a transmissão secundária e implementámos este cordão sanitário em toda a ilha, de maneira que evitemos essa disseminação e propagação e passemos para uma transmissão comunitária", afirmou hoje o responsável máximo da Autoridade de Saúde Regional dos Açores, Tiago Lopes, numa conferência de imprensa, em Angra do Heroísmo.

Desde o passado domingo que o concelho da Povoação já tinha um cordão sanitário, devido à existência de duas cadeias de transmissão local primárias, cuja origem ainda não tinha sido identificada pelas autoridades de saúde.

"Como nós detetámos aquelas duas cadeias de transmissão primárias e como não tínhamos ainda real perceção do foco que terá originado uma das cadeias, decidimos por bem evitar a propagação dessa cadeia de transmissão primária, para que não passasse a secundária, terciária e eventualmente comunitária e implementámos logo um cordão sanitário no concelho", reiterou Tiago Lopes.

Após vários dias de investigação epidemiológica e feitas várias análises laboratoriais, a Autoridade de Saúde Regional detetou a origem de uma delas numa viagem ao exterior do arquipélago e da outra num contacto com um turista.

"Já sabemos em rigor como é que foi originada, foi através de um cidadão estrangeiro, que esteve alojado numa unidade hoteleira no concelho da Povoação, que já estava infetado e foi diagnosticado em território continental, e que por essa via infetou um dos residentes do concelho da Povoação", adiantou Tiago Lopes.

Esse residente acabou por infetar o agregado familiar, incluindo dois profissionais de saúde, que transmitiram a infeção a três colegas, em contexto laboral, no concelho de Ponta Delgada, criando uma cadeia de transmissão secundária.

Nas restantes ilhas, mantêm-se apenas duas cadeias de transmissão local primária, uma na ilha Terceira e outra na ilha do Pico, mas nos dois casos foram feitos testes a contactos próximos, que tiveram resultado negativo e que indicam que a situação estará contida.

Ainda assim, o responsável da Autoridade de Saúde Regional alertou para o facto de os Açores estarem "na iminência" de passarem de uma fase de contenção para uma fase de mitigação.

"Toda a preparação que nós temos estado a fazer é precisamente para antever a entrada na fase da mitigação. Não estamos, em bom rigor, totalmente nessa fase. O nível de alerta e de resposta que está previsto para entrar na fase de mitigação pressupõe a transmissão local e em ambiente fechado. Estamos a averiguar todos os casos positivos que tivemos por forma a apurar com efetividade essa situação", frisou.

Os Açores registaram hoje seis novos casos da covid-19 (três em São Miguel, dois na Terceira e um na Graciosa), elevando o número total para 63.

A ilha de São Miguel é a mais afetada, com 28 casos confirmados, seguindo-se Terceira (11), Pico (nove), São Jorge (sete), Faial (cinco) e Graciosa (três).

Destes, 14 estão internados nos três hospitais da região, cinco deles em unidades de cuidados intensivos.

O Governo Regional dos Açores decidiu hoje fixar cercas sanitárias nos seis concelhos da ilha de São Miguel, ficando interditadas "as deslocações entre concelhos", entre as 00:00 de sexta-feira e as 00:00 de dia 17 de abril.

Foi determinado também o encerramento do atendimento ao público em todos os serviços públicos, da administração regional e local, de estabelecimentos comerciais, industriais e serviços, na ilha de São Miguel, excetuando-se o abastecimento de bens essenciais à população e a manutenção da atividade de setores tidos por fundamentais para esse objetivo, como a pecuária ou as pescas.

CYB (PPF) // MLS

Lusa/Fim

+ notícias: País

"Se mantivermos o crescimento (casos de Covid-19) não há Sistema Nacional de Saúde que possa suportar uma pressão destas"

"Se mantivermos o crescimento (casos de Covid-19) não há Sistema Nacional de Saúde que possa suportar uma pressão destas", afirma Eduardo Pinheiro, Secretário de Estado Coordenador do Norte para a Covid-19.

Ministra admite que todo o sistema de Saúde está próximo do limite

A ministra da Saúde admitiu hoje que todo o sistema de Saúde, incluindo Serviço Nacional de Saúde (SNS), setor social e privado e estruturas de retaguarda, está próximo do limite.

Portugal com mais 152 mortes, 10.385 casos de Covid-19 e recorde de internamentos em 24 horas

Portugal contabilizou hoje 152 mortes relacionadas com a covid-19 nas últimas 24 horas, e 10.385 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

D'Mais

Cuida de ti - três mitos do...

N'Agenda

"Eu toco porque há coisas que...